Com mais um exame NEGATIVO, Paulo Afonso agora somo seis casos suspeitos e 15 descartados

Por REDAÇÃO - PA4.COM.BR COM ASCOM/PMPA | 26 de Março de 2020 às 17:48




 

 

O Lacen divulgou o resultado de mais um exame, sendo NEGATIVO para a doença. Com estes, são 15 resultados negativos em Paulo Afonso.
Agora ficam seis casos suspeitos, tendo em vista que uma pessoa apresentou alguns sintomas e foi realizado o exame nesta quinta-feira (26).

 

Assim que houver qualquer informação sobre os casos, estaremos divulgando nos órgãos oficiais e nas redes sociais.

 

Essas pessoas que estão em investigação, seguem o protocolo da Vigilância em Saúde, com isolamento domiciliar do paciente e dos familiares, além do monitoramento, como foi feito com os outros três pacientes que estão sob suspeita. O isolamento domiciliar deverá ser de 16 dias, como prevê as medidas da Organização Mundial de Saúde (OMS), monitorados pela vigilância e a Atenção Primária a Saúde.

 

O material foi coletado para o exame de detecção pela equipe do Lacen, que enviou para Salvador. De acordo com o laboratório, devido a grande demanda em todo o Estado, o resultado está sem prazo. A Secretaria de Saúde ressalta que os números são dinâmicos e na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação.

 

Para as pessoas que apresentarem algum sintoma da doença, como tosse, febre alta e falta de ar, ou as assintomáticas que tiveram contato com alguma pessoa infectada pelo vírus, deverão procurar os postos de saúde, de segunda a sexta-feira, no horário das 7h às 17h. Nos fins de semana deverão se dirigir ao Centro de Especialidades Médicas, que estarão em regime especial de atendimento, tanto do Centro, localizado em frente a Bobs, como no BTN, das 8h às 17h. Nos horários em que não tenham atendimento nem nos postos nem nos Centros de Especialidades, a população deverá procurar o HNAS, no Centro, ou HMPA, no BTN.

 




 



1 pensamento em “Com mais um exame NEGATIVO, Paulo Afonso agora somo seis casos suspeitos e 15 descartados”

  1. As pessoas estão entrando e saindo sem informações de onde vem. Portanto, a barreira sanitária não e eficiente, pois se as pessoas passam pela madrugada e mentem quando vem de são Paulo e Rio. Gostaria que o secretário falassem como vai resolver esses casos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Telefone: 75 3281.9421
  • E-Mail: comercial@pa4.com.br
© 2015-2016. Todos os direitos reservados.