Bahia ultrapassa 100 mil casos de covid-19, e Rui alerta: “Sistema de saúde pode entrar em colapso”

Por REDAÇÃO - PA4.COM.BR COM CORREIO DA BAHIA | 10 de julho de 2020 às 20:21

Segundo governador, tem sido registrado um crescimento alarmante no número de casos no interior. Foto: Reprodução.



 

 

A Bahia superou, nesta sexta-feira (10), a marca de 100 mil casos confirmados de covid-19. Nas últimas 24 horas, o estado registrou novos 2.867 diagnósticos da doença, elevando o total para 101.186 contaminados desde o início da pandemia. Os dados foram divulgados pela Secretaria da Saúde (Sesab), que também informou mais 55 mortes. Agora, são 2.383 óbitos em decorrência do novo coronavírus.

 

Entre os casos somados na Bahia, 71.926 pacientes já estão curados, o que representa 71%. Destes, 2.828 foram considerados recuperados nestas 24h (4,1%). Outras 26.877 pessoas (26,6%) ainda apresentam sintomas da covid-19. Os 2,4% referem-se às fatalidades.

 

Desde o início da pandemia, o estado já registrou 10.997 profissionais da saúde com a covid-19.

 

Dos 2.368 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para infectados com o novo coronavírus, 1.532 estão ocupados (65%). Já entre os 915 leitos de UTI adulto destinados somente a pessoas com a doença, 725 possuem pacientes internados (79%). A primeira fase do Plano de Retomada, divulgado esta semana tanto pela Prefeitura Municipal de Salvador quanto pelo Governo do Estado, será iniciada quando essa taxa de UTI estiver em 75% por cinco dias.

 

A região Extremo-Sul da Bahia possui a maior taxa de ocupação, com 96% dos leitos de UTI ocupados. Nesta sexta-feira (10), novos leitos foram abertos nas cidades de Eunápolis e Ilhéus. Na região Oeste, a taxa está em 90%.

 

Rui alerta pra crescimento de taxas: ‘Nosso sistema de saúde pode entrar em colapso’

 

Em transmissão ao vivo pelas redes sociais, na manhã desta sexta-feira (10), o governador Rui Costa falou sobre o combate à pandemia de Covid-19 na Bahia e fez um alerta para a população de que o desrespeito às medidas de distanciamento social está dificultando e atrasando a superação dos efeitos da pandemia no estado.

 

“Nós estamos fazendo um investimento grande em todas as regiões com a implantação de novos leitos e de unidades de retaguarda, mas isso não será suficiente se cada um não fizer sua parte. Desde o período das festas juninas, temos registrado um crescimento alarmante no número de casos no interior. Se as taxas de contágio continuarem crescendo, chegará um momento que, independente do investimento que façamos na criação de novos leitos de UTI, o nosso sistema de saúde pode entrar em colapso”.

 

O governador afirmou que medidas mais rígidas devem ser tomadas nos municípios para conter o aumento no número de infectados. “Hoje temos cerca de 90 cidades com taxas muito altas e estamos muito preocupados. Nos últimos dois dias eu me reuni com 64 prefeitos e hoje irei conversar com mais 33 para identificar as razões e elaborar ações que barrem esse crescimento. Mas tudo passa, sem dúvida, pela importância das pessoas ficarem em casa a fim de evitar o contágio. Por isso nós precisamos de medidas drásticas para os próximos dias com o objetivo de impedir a formação de aglomerações”.

 

Rui também fez um apelo para os jovens. “Eu gostaria de mandar essa mensagem para nossos jovens, que hoje representam o grupo mais expressivo de contaminados na Bahia. Gostaria de pedir que pensem em seus pais, tios e avós, que já não têm a mesma saúde que vocês. Ao sair de casa, além de se colocarem em risco, também estão expondo eles ao vírus. Já aguentamos por tanto tempo e, se todos fizerem sua parte, em breve iremos superar e doença terrível.”

 

Os diagnóstidos da covid-19 na Bahia aconteceram em 397 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (42,31%). As cidades com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Gandu (2.484,34), Itajuípe (2.318,09), Ipiaú (1.879,10), Lauro de Freitas (1.664,48) e Itabuna (1.588,95).

 

Entre as 55 mortes confirmadas nestas 24h, 23 óbitos ocorreram em Salvador (41,8%). Outras 31 fatalidades aconteceram em Ilhéus (6), Lauro de Freitas (3), Valença (2), Feira de Santana (2), São Sebastião do Passé (2), Santa Luz (1), São Francisco do Conde (1), Campo Formoso (1), Dias D’Ávila (1), Vitória da Conquista (1), Presidente Tancredo Neves (1), Itabuna (1), Santo Antônio de Jesus (1), Paulo Afonso (1), Teixeira de Freitas (1), Cruz das Almas (1), Itapetinga (1), Remanso (1), Candeias (1), Juazeiro (1) e Iguaí (1). Houve ainda uma morte em Recife (Pernambuco), que entrou na contagem da Sesab já que a vítima era residente em Paulo Afonso.

 

2329º óbito – mulher, 72 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e diabetes, foi internada dia 29\05 e foi a óbito dia 08\07, em unidade da rede privada, em Salvador;
2330º óbito – homem, 88 anos, residente em Salvador, portador de diabetes e doença cardiovascular, foi internado dia 10\06 e foi a óbito dia 08\07, em unidade da rede privada, em Salvador;
2331º óbito – homem, 96 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, foi internado dia 02\07 e foi a óbito dia 08\07, em unidade da rede privada, em Salvador;
2332º óbito – homem, 76 anos, residente em Salvador, portador de diabetes e doença cardiovascular, foi internado dia 21\06 e foi a óbito dia 07\07, em unidade da rede privada, em Salvador;
2333º óbito – homem, 62 anos, residente em Santa Luz, sem comorbidades, foi a óbito dia 08\07, em domicílio, em Santa Luz;
2334º óbito – mulher, 63 anos, residente em São Francisco do Conde, sem informação de comorbidades, foi internada dia 30\06 e foi a óbito dia 01\07, em unidade da rede pública, em São Francisco do Conde;
2335º óbito – homem, 77 anos, residente em Valença, portador de hipertensão arterial, data de admissão não informada, foi a óbito dia 07\07, em unidade da rede filantrópica, em Valença;
2336º óbito – homem, 81 anos, residente em Amélia Rodrigues, portador de doença cardiovascular, data de admissão não informada, foi a óbito dia 08\07, em unidade da rede pública, em Valença;
2337º óbito – mulher, 78 anos, residente em Campo Formoso, portadora de diabetes e doença cardiovascular, foi internada dia 22\06 e foi a óbito dia 01\07, em unidade da rede filantrópica, em Campo Formoso;
2338º óbito – mulher, 41 anos, residente em Dias D’Ávila, portadora de diabetes e doença cardiovascular, foi internada dia 20\05 e foi a óbito dia 21\05, em unidade da rede pública, em Salvador;
2339º óbito – mulher, 35 anos, residente em Camacan, portadora de diabetes, foi internada dia 14\06 e foi a óbito dia 28\06, em unidade da rede pública, em Ilhéus;
2340º óbito – homem, 84 anos, residente em Santo Amaro, portador de hipertensão arterial e diabetes, foi internado dia 20\06 e foi a óbito dia 01\07, em unidade da rede privada, em Salvador;
2341º óbito – homem, 51 anos, residente em Santo Amaro, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, foi a óbito dia 27\06, em unidade da rede privada, em Feira de Santana;
2342º óbito – homem, 42 anos, residente em Salvador, sem informação de comorbidades, foi internado dia 11\06 e foi a óbito dia 09\07, em unidade da rede pública, em Lauro de Freitas;
2343º óbito – homem, 76 anos, residente em Santa Bárbara, portador de hipertensão arterial e doença cardiovascular, foi internado dia 28\06 e foi a óbito dia 06\07, em unidade da rede militar, em Salvador;
2344º óbito – homem, 69 anos, residente em Dias D’Ávila, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, foi a óbito dia 02\06, em unidade da rede pública, em Dias D’Ávila;
2345º óbito – homem, 83 anos, residente em Eunápolis, sem comorbidades, foi internado dia 21\06 e foi a óbito dia 07\07, em unidade da rede pública, em Vitória da Conquista;
2346º óbito – homem, 82 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão e diabetes, data de admissão não informada, foi a óbito dia 06\07, em unidade da rede privada, em Salvador;
2347º óbito – mulher, 65 anos, residente em Ilhéus, portadora de hipertensão arterial, data de admissão não informada, foi a óbito dia 06\07, em unidade da rede pública, em Lauro de Freitas;
2348º óbito – mulher, 77 anos, residente em Presidente Tancredo Neves, portadora de diabetes, foi internada dia 08\07 e foi a óbito na mesma data (08\07), em unidade da rede pública, em Presidente Tancredo Neves;
2349º óbito – mulher, 73 anos, residente em Itabuna, portadora de hipertensão arterial e diabetes, foi internada dia 03\07 e foi a óbito dia 06\07, em unidade da rede pública, em Itabuna;
2350º óbito – homem, 42 anos, residente em Ilhéus, sem comorbidades, foi internado dia 05\07 e foi a óbito na mesma data (05\07), em unidade da rede pública, em Ilhéus;
2351º óbito – mulher, 77 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, foi internada dia 23\05 e foi a óbito na mesma data (23\05), em unidade da rede pública, em Salvador;
2352º óbito – mulher, 86 anos, residente em Ilhéus, portadora de doença cardiovascular, foi internada dia 22\06 e foi a óbito dia 06\07, em unidade da rede pública, em Ilhéus;
2353º óbito – mulher, 59 anos, residente em Camamu, portadora de hipertensão arterial, foi internada dia 17\06 e foi a óbito dia 29\06, em unidade da rede pública, em Ilhéus;
2354º óbito – homem, 85 anos, residente em Ilhéus, sem comorbidades, foi internado dia 26\06 e foi a óbito dia 03\07, em unidade da rede privada, em Ilhéus;
2355º óbito – homem, 65 anos, residente em Camaçari, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, foi a óbito dia 07\07, em unidade da rede privada, em Salvador;
2356º óbito – homem, 86 anos, residente em Camamu, portador de diabetes, foi internado dia 17\06 e foi a óbito dia 30\06, em unidade da rede pública, em Ilhéus;
2357º óbito – mulher, 60 anos, residente em Salvador, portadora de diabetes e doença cardiovascular, foi internada dia 15\06 e foi a óbito dia 01\07, em unidade da rede privada, em Salvador;
2358º óbito – homem, 38 anos, residente em Salvador, sem comorbidades, foi internado dia 11\06 e foi a óbito dia 17\06, em unidade da rede privada, em Salvador;
2359º óbito – homem, 37 anos, residente em Feira de Santana, sem informação de comorbidades, foi internado dia 03\06 e foi a óbito dia 09\07, em unidade da rede pública, em Feira de Santana;
2360º óbito – mulher, 61 anos, residente em Lauro de Freitas, portadora de hipertensão e diabetes, foi internada dia 15\06 e foi a óbito dia 01\07, em unidade da rede privada, em Salvador;
2361º óbito – homem, 47 anos, residente em Vera Cruz, sem informação de comorbidades, foi internado dia 26\06 e foi a óbito dia 07\07, em unidade da rede pública, em Santo Antônio de Jesus;
2362º óbito – homem, 65 anos, residente em Lauro de Freitas, portador de hipertensão arterial e diabetes, foi internado dia 20\06 e foi a óbito dia 06\07, em unidade da rede privada, em Lauro de Freitas;
2363º óbito – mulher, 64 anos, residente em Paulo Afonso, portadora de doença cardiovascular, foi internada dia 04\05 e foi a óbito dia 31\05, em unidade da rede pública, em Recife (Pernambuco);
2364º óbito – mulher, 77 anos, residente em Candeias, portadora de doença cardiovascular, foi internada dia 26\06 e foi a óbito dia 30\06, em unidade da rede pública, em Salvador;
2365º óbito – criança, 6 meses, residente em São Francisco do Conde, foi internada dia 08\06 e foi a óbito dia 19\06, em unidade da rede pública, em Salvador;
2366º óbito – homem, 85 anos, residente em Santa Bárbara, portador de hipertensão arterial, foi internado dia 15\06 e foi a óbito dia 07\07, em unidade da rede pública, em Salvador.
2367º óbito – homem, 62 anos, residente em Paulo Afonso, portador de doença cardiovascular e doença renal crônica. Internado dia 03/07, foi a óbito dia 07/07, em unidade da rede pública, em Paulo Afonso;
3368º óbito – homem, 60 anos, residente em Teixeira de Freitas, sem comorbidades. Internado dia 13/06, foi a óbito dia 08/07, em hospital da rede pública, em Teixeira de Freitas;
3369º óbito – mulher, 54 anos, residente em Cruz das Almas, portadora de diabetes mellitus. Internada dia 06/07, foi a óbito dia 09/07, em unidade da rede pública, em Cruz das Almas;
3370º óbito – homem, 86 anos, residente em São Sebastião do Passé, portador de hipertensão arterial, diabetes mellitus e doença respiratória crônica. Internado dia 03/07, foi a óbito dia 06/07, em hospital da rede pública, em São Sebastião do Passé;
2371º óbito – homem, 73 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial. Internado dia 10/06, foi a óbito dia 23/06, em hospital da rede privada, em Salvador;
2372º óbito – mulher, 89 anos, residente em São Sebastião do Passé, portadora de hipertensão arterial, diabetes mellitus e doença cardiovascular. Sem informação acerca da data de internação, foi a óbito dia 04/07, em hospital da rede pública, em São Sebastião do Passé;
2373º óbito – homem, 94 anos, residente em Itapetinga, sem informações sobre a existência de comorbidades. Também sem informações acerca da data de internação, foi a óbito dia 02/07, em hospital filantrópico, em Itapetinga;
2374º óbito – mulher, 67 anos, residente em Juazeiro, portadora de diabetes mellitus e doença cardiovascular. Internada dia 20/06, foi a óbito dia 03/07, em hospital da rede privada em Remanso;
2375º óbito – homem, 54 anos, residente em Candeias, portador de doença cardiovascular. Internado dia 30/06, foi a óbito dia 02/07, em hospital da rede pública, em Candeias;
2376º óbito – mulher, 35 anos, residente em Juazeiro, portadora de obesidade. Internada dia 06/07, foi a óbito dia 07/07, em hospital da rede privada, em Juazeiro;
2377º óbito – mulher, 30 anos, residente em Salvador, sem comorbidades. Internada dia 27/06, foi a óbito dia 28/06, em hospital filantrópico, em Salvador;
2378º óbito – homem, 85 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e doenças hematológicas. Internado dia 23/06, foi a óbito dia 01/07, em hospital da rede pública, em Salvador;
2379º óbito – mulher, 53 anos, residente em Iguaí, portadora de hipertensão arterial, diabetes mellitus e doença respiratória infecciosa. Internada dia 08/06, foi a óbito no mesmo dia de internação (08/06), em hospital da rede privada, em Iguaí;
2380º óbito – homem, 44 anos, residente em Salvador, portador de diabetes mellitus. Internado dia 18/06, foi a óbito dia 04/07, em hospital da rede pública, em Salvador;
2381º óbito – homem, 72 anos, residente em Salvador, sem comorbidades. Internado dia 19/06, foi a óbito dia 03/07, em hospital da rede pública, em Salvador;
2382º óbito – mulher, 97 anos, residente em Madre de Deus, sem comorbidades. Internada dia 28/06, foi a óbito dia 03/07, em hospital da rede privada, em Salvador;
2383º óbito – homem, 67 anos, residente em Candeias, sem comorbidades. Internado dia 20/05, foi a óbito dia 07/06, em hospital da rede pública, em Salvador.

 

O boletim epidemiológico contabiliza ainda 198.550 casos descartados e 101.253 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17h desta sexta-feira (10).




 



16 pensamentos em “Bahia ultrapassa 100 mil casos de covid-19, e Rui alerta: “Sistema de saúde pode entrar em colapso””

    1. Tu é inteligente, qual é tua formação pra dar este conselho, virologista, infectologista ou PETISTAS ou é sustentada pelos pais ou marido?

  1. Primeiro ele tem que justificar onde estão os R$ 49 milhões que compraram respiradores que não foram entregues. FIQUE VOCÊ EM CASA QUE GANHA MUITO E AINDA , TEM ALGUNS EXTRAS . Sou um cidadão comum e vou trabalhar.

  2. esse governador é mesmo um lixo.. já adiou a inauguração do hospital aqui em feira de santana 3 vezes !!! estando tudo pronto !! pra q ??? justamente para a saúde entrar em colapso aqui !!!

  3. Rui já perdeu o controle da situação. Está mais perdido, do que cego em tiroteio. A pandemia tá saindo do controle e pode faltar UTI.

    1. Acho que não deu certo essa questão do STF passar poderes para governadores e prefeitos tomarem medidas restritivas no combate ao coronavírus, onde cada um faz o que acha certo.
      Está uma loucura no Brasil inteiro. Resultado é que só mostram aumento dos números de infectados

  4. Governado incompetente, o povo tem que aprender a vota, eles estão querendo fuder com o BRASIL, o PT nunca se preocupou com a população brasileira, acorda Bahia.

  5. Desde que o PT assumiu o governo e passou 16 anos com as mãos no dinheiror foi ralizar obras fora do Brasil com dinheiro de impostos do povo brasileiro, em momento algum se quer, gastouR $1,00 na saúde do Brasil e de seu povo. A saúde ja está no colapso à decadas, e este isolamento foi realizado a princípio para dar tempo de ser feito aprimoramento na saúde aperfeiçoando hospitais e melhorando o sistema de saúde para receber casos de covid com mais segurança e obter resultados positivos. Só que ao receber as verbas do governo federal, fizeram a festança com desvios enormes e nada investiram em hospitais. Masse aproximam as eleições e querem ser bonzinhos com dinheiro no bolso e o povo trancado,desempregado e passando fome. Agora cabe ao eleitor brasileiro dar o troco e nao votar em nenhum candidato que sejam apoiado por eles.

  6. Enquanto não criminalizar o Comunismo no Brasil e no Mundo vai existir Políticos como esse Governador, fizeram de tudo para que esse vírus chegasse no Brasil,porque deixaram o carnaval acontecer.Claro com o objetivo de trazer turistas infectados e espalhar o vírus, dessa forma começar a farra da verba pública, tenho certeza de que não tem esses números de Infectados e principalmente de Mortos, estão Fabricando esses números para interesse Político e mais dinheiro na conta do Governo Estadual.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Telefone: 75 3281.9421
  • E-Mail: comercial@pa4.com.br
© 2015-2016. Todos os direitos reservados.