Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

Desde que noticiamos aqui as ações do Ministério Público em resposta ao pleito eleitoral deste ano, que estamos sendo atacados por analistas de picadeiro. Falando estritamente por mim, vejo que tenta-se matar o ‘mensageiro’ por não gostar da ‘mensagem’ e pela covardia que geralmente alimenta essa gente.

 

dsc_4839
Nos estúdios da Delmiro FM, programa Radar 89.

Então vamos lá: em primeiro lugar, é meu dever como jornalista analisar criticamente os fatos – se assim eu o quiser, e faço. Com absoluta liberdade, sabe por quê?, não devo a essa gente, não tenho qualquer vínculo empregatício com eles – nem mendigo à porta de gabinetes, também não acho que tenham sido excelentes administradores, ao contrário, vejo atuações pífias tanto do prefeito que se despede como do que volta.

 

E tem mais: moro em Paulo Afonso, pagos meus impostos aqui, e desejo um município melhor para todos nós. De resto, a vida pública me pertence. Trabalho com ela, e quem não quiser sofrer críticas que não venha ganhar do nosso rico dinheirinho. Até porque meu trabalho é sério e também está aberto às críticas dos leitores, à controvérsia dos citados, mas dentro do decoro com o qual os trato. Nunca avancei na vida pessoal de nenhum agente público de Paulo Afonso.

 

Mas o interessante é que quem faz as ações e denuncia ‘conduta vedada’ de políticos eleitos- sabidamente o Ministério Público, passe à margem das críticas, mas quem as publica o faz ou porque perdeu a eleição, ou porque tem ódio aos candidatos eleitos, ou porque gostam de sensacionalismo. Simplesmente não faz o menor sentido.

 

Estou sendo covardemente atacada por aloprados semianalfabetos que se autointitulam ‘repórter e comentarista’ como se eu fosse filha do nada, não tivesse família, nem amigos nem honra. Mas falar dos promotores que fazem o trabalho deles, ninguém fala. Por que será?

 

Adianto que os advogados já estão cuidando do assunto e no devido tempo comunicarei a resposta da justiça. Por ora, informo que meu trabalho em Paulo Afonso apenas começou, até quando Deus permitir, e será sempre nesta linha que vocês leitores já estão acostumados.

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

24 respostas

  1. Parabéns!!, coragem, mente aberta e coerência é a resposta perfeita contra a ignorância e limitação de caráter de uns e outros, gostei de ver!!

  2. Parabéns !!! isso tudo é porque o diferente incomada eles. Para eles a população pauloafonsina tem que comungar com o que eles querem. Eles se acham realmente os verdadeiros dono da cidade. Precisamos de mais pessoas como vc, mais uma vez parabénsssss. Abençoa umas 100000000000 Ivones Lima em Paulo Afonso.

  3. Parabéns Ivone Lima. Você realmente é a “pimentinha” da Imprensa. Eles realmente são … que não tem autoridade nem moral para nos representar…

  4. Numa cidade onde os “jornalistas” e “repórteres ” fazem suas reportagens e emitem suas notícias de acordo com as vantagens que pretendem usufruir do ente público ou mesmo privado, mudando de lado conforme as circunstâncias, divulgar um fato como ele é, estritamente o noticiando sem dourar a pílula incomoda esses mercadores da opinião pública. Há de se ter coragem de desmascará-los.

    1. E só sabemos da roubalheira desses políticos, graças à força , coragem e liberdade de impressa que esses jornalistas tem!
      Parabéns Ivone Lima!

  5. Parabéns pela coragem de lutar contra a maior doença da sociedade brasileira…Se metade dos profissionais de comunicação tomasse partido nessa luta, levando a verdade ao conhecimento do povo a história seria diferente.

  6. Parabéns Ivone, sabemos o preço de pensar diante dessa política tupiniquim praticada em PA, parecemos viver em uma sociedade provinciana, dominada por senhores do destino, porém a resposta se forma numa questão de tempo pouco ou muito tempo não se sabe, porém aguardemos com a certeza de que diplomação não é posse e posse não é garantia de permanência , e parafraseando Martin Lute king. “PARA ARRANJAR INIMIGOS, NÃO PRECISA DECLARAR GUERRA, BASTA DIZER O QUE PENSA” a verdade é como chicote, bate no melindre.

  7. Pensar e expor os nossos pensamentos de maneira racional é algo que alimenta a nossa cidadania a cada dia. A sua inteligência é indiscutível, porém nota-se que você se deixa levar pelo ressentimento partidário. Pense mais na voz do Povo e menos nos interesses daqueles que não desejam uma cidade ou um país melhor.

  8. Concordo em parte com a jornalista, porém acho – é minha opinião – que a imprensa deve ser livre ser parcial! Elogiar apenas os políticos de sua preferência, não condiz bem com um bom jornalismo. A imparcialidade, principalmente em críticas ou
    elogio faz parte do bom jornalismo. Esta é minha opinião e respeito a opinião de todos, pois, vivemos em um país, onde graças a Deus temos uma democracia se não sólida, más bem próxima de atingir a solidez,

  9. Todo o jornalismo apartidário e imparcial merece respeito e o apoio de toda a população. A impessoalidade deve sempre prevalecer nesse profissional e sem seletividade dizer sempre a verdade doa em quem doer, até mesmo no próprio se necessário for. As críticas sempre existirão, da forma como que atacam a mentira, os incomodados e atingidos atacam também a verdade. O mais importante é você estar segura com a verdade e replicá-los com serenidade. senti firmeza em suas palavras, PARABÉNS!!

    1. Ao contrário de outros radialistas como é o caso de Salvador da RBN, o cara insiste indiretamente em continuar puxando o saco desses corruptos, achando que ganhará uma secretaria nessa nova gestão, essas supostas indicações que você vem fazendo a respeito de colocar isso aqui, isso ali, nada a ver meu caro, não pense que são projetos criados por você não, muitos já apresentaram essas propostas só que fica engavetadas não saí do papel, eles sabem quando será a hora certa. Não se iluda, você foi mais um dos candidatos que já se achava eleito como vereador, pois é, o retorno você teve, não importa a quantidade de votos que você tem, se 01 (um), ou, 02 (dois mil), o que prevalece é ser eleito. Talvez o patinho consiga uma mamadeira na prefeitura pra você se conformar. Ele pode e sabe tudo.

  10. IVONE LIMA, VOCÊ ESTÁ DE PARABÉNS, GOSTO MUITO SEUS COMENTÁRIOS, VOCÊ SÓ FALA A VERDADE E A VERDADE INCOMODA A ESSA TURMA DE PUXA SACOS VELHOS , PORQUE ESTICA MAIS. ESSES CUSPIDORES DE MICROFONES QUE TE CRITICARAM IS,SO NÃO PASSA DE INVEJA POR VOCÊ SER MUITO INTELIGENTE. NÃO SE ABATA COM ESSES CAFAJESTES QUE VIVEM DE MENDIGAR NA PORTA DA PREFEITURA. IVONE, NESSA GESTÃO ATUAL QUEM FALA A VERDADE É PUNIDO, ELES TEM MEDO DAS MARACUTAIAS VIM A TONA. AI AJA CADEIA PRA SUPORTAR TANTOS CORRUPTOS.

  11. parabens menina corajosa. vc esta certissima..nos sabemos muito bem porq eles nao falam dos promotores,na realidade so falam bem do prefeito porq estao mamando ate hj. vamos ver quando o prefeito sair oq eles iram falar..

  12. Não foi feito nenhum comentário dizendo que a jornalista não é corajosa! Todos, ou quase todos assim se expressam. O que mais se comentou foi a parcialidade de suas reportagens, Só elogia, nunca critica, os políticos que fazem que aparentemente apoia, ou pelo qual tem simpatia. Entendo que o (a) jornalista deve ser imparcial e não participar de grupo ou partido político, Será que os políticos, prefeito, ou vereador que não pertencem ao seu grupo político ou partido de sua simpatia são todos desonestos? Enten do que sublime no político é saber respeitar seus adversários, Criticar faz parte, más. sempre com respeito, isto vale tanto na polí
    tica, como no jornalismo ou qualquer outra profissão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.