31 de julho de 2021

Ardap e prefeitura têm encontro promissor em favor dos mais de 10 mil animais de rua em Paulo Afonso

Por

Redação (pa4.com.br)

Prefeitura e Ardap estudam firmar um convênio de cooperação. Foto: Ascom/PMPA

Pouco mais de duas semanas depois que a ARDAP – Associação Recanto dos Animais em Perigo publicou uma nota (veja abaixo) ameaçando fechar as portas por causa do acúmulo de dívidas e dificuldades financeiras, a prefeitura de Paulo Afonso informou nesta sexta-feira (25), que está próxima de firmar convênio com a entidade.

“A busca de alternativas para os cuidados com os animais tem sido meta da administração municipal. Entre essas ações está a parceria com a Associação Recanto dos Animais em Perigo (@ardap.s2), que deu mais um passo com a tramitação do convênio, por meio da Lei 13.019/2014, que regula as parcerias entre a administração pública e as organizações da sociedade civil, em regime de mútua cooperação, para a consecução de finalidades de interesse público e recíproco.”, esclareceu.

A documentação da entidade foi entregue ao secretário de Saúde, Adonel Júnior, pela presidente da associação Sthephanye, que já foi analisada pela comissão e celebra mais uma etapa, que teve início no mês de abril, com a indicação do modelo de plano de trabalho, da elaboração de declarações e emissão de certidões.

“Enquanto o convênio ainda não é finalizado, a Prefeitura tem se responsabilizado com o custeio do aluguel, a água e luz do lar rotativo da Ardap.”, informou o município confirmando o que já havia dito a ARDAP em nota publicada no dia 9 de junho, quando ameaçou não mais continuar com o relevante trabalho de proteção aos mais de 10 mil animais de rua existentes em Paulo Afonso, de acordo com a entidade. Confira:

“Você sabe nos dizer quantas vezes pedimos ajuda e não fomos atendidos? Nós sim. Infelizmente a ARDAP não irá mais continuar, iremos fechar as portas. Somente no mês de Maio, o valor em uma única clínica ficou em R$ 7.230,90. Não damos conta de uma cidade com 130 mil habitantes e mais de 10 mil animais abandonados sozinhos. Estamos sozinhos! São poucos associados que doam 20 reais mensal e o que conseguimos não da pra comprar nem todas as medicações dos tratamentos dos animais. Precisamos dos Vereadores, precisamos da Prefeitura, mas a cima de tudo precisamos da POPULAÇÃO, que tanto nos pede, pede e pede e quase não temos ajuda. Depois que o animal é resgatado, você sabe o que acontece com ele? Não, né? Nós sabemos e afirmamos que o “problema” não acaba quando ele é retirado da sua porta, da sua rua ou dos locais que você frequenta. EDIT.: Deixamos cientes aqui que, a Prefeitura de Paulo Afonso custeia aluguel, a água e luz do lar rotativo da ARDAP. E estamos caminhando para que seja possível a saída de um Convênio.”

 

 

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por ARDAP (@ardap.s2)

 

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Comentários 1

  1. Enfermeira says:

    Já na época do ex prefeito levávamos cavalos apreendidos pro curral da prefeitura e deixavam largados pra morrer de fome! Vários animais sucumbiram assim!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!