31 de julho de 2021

Alunos da rede estadual de Paulo Afonso receberão vale-alimentação de R$ 55 no Assaí

Por

REDAÇÃO - PA4.COM.BR




 

Com o objetivo de agilizar o acesso dos estudantes e de suas famílias ao vale-alimentação estudantil, no valor de R$ 55 por aluno, o Governo do Estado, por meio da Secretaria da Educação, assinou contrato, nesta sexta-feira (17), com a Cesta do Povo e o Assaí. A entrega ocorrerá a partir da próxima segunda-feira (20).

 

Com isto, as duas redes de supermercados poderão atender 284 mil estudantes da rede estadual de ensino nas cidades onde suas lojas e redes de apoio estão distribuídas. É o caso dos alunos estaduais de Paulo Afonso, cidade com a presença do Assaí Atacadista. A lista com esta distribuição estará disponível neste domingo (19), no Portal da Educação. 

 

 

COMO RECEBER

 

No supermercado, o estudante, o pai, a mãe ou responsável que esteja com o cadastro atualizado do CPF na escola deve se dirigir ao setor de atendimento ao cliente para a retirada do vale-alimentação de R$ 55. Será necessário apresentar o original do CPF. O vale é destinado exclusivamente à compra de alimentos. A Secretaria da Educação orienta para que seja dada a preferência a produtos com valor nutricional, como, por exemplo, feijão, arroz, macarrão, leite, proteína de soja, farinha de mandioca, verduras e frutas. Se a compra ultrapassar os R$ 55, caberá ao cliente assumir o restante do valor.

 

 

QUEM NÃO TEM CPF

 

Quem ainda não tem o CPF informado no ato da matrícula deve fazer a atualização no sistema Siadiante, acessando (AQUI) ou o Portal da Educação. Dúvidas também podem sanadas pelo telefone: 0800 284 0011.

 

CIDADES ONDE NÃO TÊM AS REDES

 

Para os alunos que moram em municípios não atendidas por essas duas redes de supermercado, estão sendo feitos os cartões alimentação, que serão entregues diretamente aos estudantes pelas escolas.

 

“A entrega do vale-alimentação pelos supermercados foi uma alternativa emergencial que encontramos para que os estudantes tenham acesso mais rapidamente aos gêneros alimentícios. Em paralelo, estamos correndo e empreendendo todos os esforços para que os cartões também cheguem o mais breve possível para aqueles estudantes onde as redes de supermercado não atuam. Os recursos de R$ 44 milhões do Tesouro Estadual já estão assegurados e é importante ressaltar que todos os 800 mil estudantes matriculados na nossa rede estadual de ensino têm este direito assegurado”, afirmou o secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues.

 

A Cesta do Povo está presente nas cidades de Salvador, Camaçari, Simões Filho, Valença, Dias D´Ávila, Santo Estevão, Gandu, Santa Bárbara, Monte de São João, Morro do Chapéu e Ituberá. Já a rede Assaí, nas cidades de Salvador, Feira de Santana, Vitória da Conquista, Juazeiro, Jequié, Ilhéus, Lauro de Freitas, Paulo Afonso, Guanambi, Serrinha, Senhor do Bonfim e Itapetinga.

 

O presidente da Cesta do Povo, Joel Feldman, destacou a importância da iniciativa e como a rede está preparada “A Cesta do Povo, entendendo este momento emergencial, preparou toda a sua estrutura para atender os estudantes da rede estadual com o vale- alimentação. Trabalhamos intensamente com as equipes do Governo do Estado para que fosse possível estruturar esta operação no menor tempo possível. Nossas lojas estarão à disposição dos estudantes. Faremos o nosso melhor para que estas famílias sintam-se acolhidas por este importante benefício concedido pelo Governo da Bahia”.

 

O presidente do Assaí Atacadista, Belmiro Gomes, também ressaltou a parceria. “Nossos mais de 3 mil funcionários nas 15 unidades, em 13 cidades baianas, estão trabalhando para garantir que os itens de alimentação cheguem às famílias beneficiadas. E reverteremos ainda parte da receita da venda do benefício alimentação em cestas básicas a serem doadas para instituições beneficentes na Bahia, o que reforça o compromisso de todo o time Assaí com esta parceria. Toda nossa operação está focada em manter nossas unidades abastecidas e operar com os níveis de segurança recomendados pelas autoridades de saúde”.









WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Comentários 11

  1. Andrea says:

    Aluno. Que estuda no cempa tem direito a receber. Essa cesra la no assai?

  2. VALQUÍRIA TOMPSON says:

    FAZER O QUÊ?

    TEMOS MAIS É QUE APLAUDIR A AÇÃO.

  3. Silvia says:

    Eu gostaria de saber pq a rede Municipal não será beneficiada?

    • Leandro Souza says:

      Não, no próprio titulo da reportagem tem Alunos da Rede Estadual.

    • Carla says:

      Sim, os alunos ja estão recebendo as cestas. Estão entregando por idade do aluno

  4. Marli says:

    E rede municipal como e k fica🤔
    So alunos estaduais..tem direito a lanchar?
    Preciso sde e respostas.

  5. ADRIANO PEDRO says:

    Prova de que o governo só veem os alunos da rede pública como miseráveis e só vão pros colégios não pra estudar e sim pra comer.

  6. Multirao says:

    Parabéns gov Rui Costa pela iniciativa e a norma, a msm coisa o presidente Bolsonaro devia ter feito assim, e não conceder benefícios em espécie pra os bêbão poca tdo em cachaça

  7. Anônimo says:

    Porque não tem Prefeito! O Prefeito só sabe contratar filhos de chesfiano e de Deputados, para ganhar salário de 12.000,00 reais na intenção de buscar votos para poder passar mais quatro anos mamando.

  8. Marta says:

    Fábrica de mendicância essa “pandemia”. Gente, peçam a retomada de nossas vidas normais, claro, com os devidos cuidados. Vocês acham que essa ajuda vai suprir suas necessidades por longo prazo?

  9. Maria says:

    Falta agora o prefeito municipal repassar algum auxílio para os alunos das escolas municipais.
    Fica a dica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!