Aeroporto de Paulo Afonso passa a ser administrado pelo Governo da Bahia

Equipamento opera com aviação geral e regular

Por REDAÇÃO - PA4.COM.BR | 17 de novembro de 2020 às 19:27




 

 

O aeroporto de Paulo Afonso, na região do Vale do São Francisco, agora está sob a responsabilidade do Governo da Bahia. O equipamento aeroportuário foi delegado ao Governo do Estado, através da Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), pelo Governo Federal, por meio do Ministério da Infraestrutura (Minfra). A operação no aeroporto do município localizado entre os estados de Alagoas, Sergipe e Pernambuco é feita com aviação regular e geral e tem a capacidade de receber aeronaves com até 160 passageiros.

 

O Governo do Estado será responsável pela exploração do aeroporto pelos próximos 35 anos. A publicação do termo de convênio saiu no Diário Oficial da União (D.O.U.) da última sexta-feira (13). A Seinfra terá até o final do próximo ano para assumir definitivamente a gestão e administração aeroportuária, que atualmente é de responsabilidade da Infraero. Nesse período serão feitos os procedimentos necessários a fim de contratar uma nova concessionária para operar o equipamento.

 

Com o de Paulo Afonso, a Bahia passa a ter 11 aeroportos aptos a operar com voos regulares. A Seinfra vem realizando importantes ações para o desenvolvimento da aviação regional baiana. “Estamos construindo os novos aeroportos de Bom Jesus da Lapa e de Senhor do Bonfim. Eles tem a previsão de ser concluídos no segundo semestre de 2021. Além disso, o processo de licitação para contratar empresa a fim de elaborar o projeto de reforma e ampliação do aeroporto de Barreiras está na fase de análise de propostas”, destaca Marcus Cavalcanti, secretário de Infraestrutura.

 

Em 2019, a movimentação total de embarque e desembarque de passageiros no aeroporto de Paulo Afonso foi de 12,3 mil pessoas, segundo a Infraero. No período, foram realizados 688 pousos e decolagens. A região recebe uma média de 300 mil visitantes por ano e até o mês de março deste ano o equipamento estava operando com três voos regulares semanais com destino a Recife, mas, por conta da pandemia do novo coronavírus só está recebendo voos da aviação geral.

 




 



16 comentários em “Aeroporto de Paulo Afonso passa a ser administrado pelo Governo da Bahia”

  1. Era uma vez A CHESF quando existia governo que PRESTE. Paulo Afonso foi contemplada + Salvador as 2 primeiras cidades baianas a possuir aeroporto ou melhor, base aérea da CHESF. Galpão do Lindinalva Cabral e a AV. Apolônio Sales era a pista de vôo. O AEROPORTO mudou de lugar e um dos motivos era que a pista não estava posicionada numa direção 100% PARALELA à direção do vento. Cerca de mais de 30 graus com relação da pista atual. Me lembro da época dos grandes aviões da VARIG decolando e a fumaça preta saindo das turbinas na década de 80. O céu estrondava…..

  2. Desde o início dos anos 50 que o aeroporto era o lindinalva Cabral e era cercado com pilares de concreto e arame farpado. Em 1972 com a inauguração do atual aeroporto na BA 210 no bairro cleriston Andrade o galpão do Lindinalva passou a ser depósito de peças e ferramentas. Depois foi desativado e após alguns anos passou a ser a antiga CESTA DO POVO durante vários anos. No finaĺ da década de 90 com a falência de algumas lojas do finado EMPRESARIO ALONSO das lojas PESQUEIRA muito famosa por suas belas PADARIAS, a cesta do povo passou a ser na Rua Otaviano Leandro de Morais em frente a rua Marieta Ferraz no centro de nossa cidade….Me lembro que em 2014 eu comprava refrigerante Goob de 2 litros por 1,99 R$ e sabão em pó de 500g por 1,59 R$ (nenhum atacadao vendia barato assim). MISTERIOSAMENTE a rede de lojas CESTA DO POVO administrada pelo governo do estado da Bahia foram EXTINTAS no início de 2015 (se eu não me engano) com as eleições de 2014 quando o governador RUI COSTA assumiu o governo!!!!!!

    CONCLUSÃO:
    Não estou aqui dissertando administração de governo nenhum, mas no meu ponto de vista esse aeroporto sobreviveu até hoje devido a presença da INFRAERO, pois passou vários anos desativado para voos particulares (apenas aviões da CHESF, FAB e Visita de Autoridades). Se o número de vôos diminuir devido a ausência de passageiros com o turismo fraco em Paulo Afonso, a AZUL linhas aéreas pode desistir daqui e como não tem mais INFRAERO para mantê- lo em pé a CASA PODE CAIR e um dos nossos maiores patrimônios poderá ter o mesmo destino da CESTA DO POVO! Até mais…

  3. O Aeroporto de Paulo Afonso, (IATA: PAV, ICAO: SBUF) é um aeródromo público localizado na Rodovia BA-210, em município de mesmo nome, no estado da Bahia. Na Unidade Territorial de Planejamento – UTP de Paulo Afonso[nota 1] existem dois aeródromos, um no próprio município e o outro em Canindé do São Francisco, mas o primeiro era o único que operava vôos regulares. Fica a uma distância de cinco quilômetros do centro da cidade e próximo dos seguintes aeroportos: Aeroporto Internacional de Aracajú (SBAR), Aeroporto Internacional de Petrolina (SBPL) e Aeroporto de Juazeiro do Norte (SBJU). [1][2]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Telefone: 75 3281.9421
  • E-Mail: comercial@pa4.com.br
© 2015-2016. Todos os direitos reservados.