Por

Correio Notícia, via blog do Emerson Emídio

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print




 

Preso instantes após ter assassinado a facada o desempregado Everaldo Alves de Queiroz, conhecido como “Cajueiro”, 42, o acusado alegou que o crime teria acontecido em momento de raiva.

O homicídio foi registrado no início da tarde desta terça-feira (4), em frente de uma creche em construção, na Rua Augusta, no bairro Cohab Velha, em Delmiro Gouveia.

Na delegacia, Cosmo José dos Santos, o “Taquinha”, 20, disse que a mãe viajou para São Paulo, deixando-o abandonado, por isso mora na rua e recebe ajuda de uma irmã.

Sobre o assassinato, o acusado confessou o crime, mas alegou que esfaqueou a vítima porque ela iria jogar uma pedra nele.

Segundo a polícia, “Taquinha” é suspeito de ter participado do assassinato do próprio sobrinho, uma criança, em Inhapi.

A prisão, realizada por uma equipe da Polícia Militar (PM/AL) em conjunto com agentes da Delegacia Regional de Polícia (1ª-DRP), aconteceu em uma localidade conhecida como Ponto Chique, onde o acusado foi flagrado pelos policiais ameaçando outra pessoa com a mesma faca que teria sido utilizada no assassinato.







Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.