20 de setembro de 2021

“A quarta da esperança está chegando”, disse Marconi sobre Audiência Pública que discutirá situação do HNAS

Por

Assessoria de Comunicação

“Um governo que só faz se tiver algo em troca”. Essa foi declaração do vereador Marconi Daniel (PODEMOS) na Tribuna da Câmara de Vereadores de Paulo Afonso nesta segunda-feira, 16, ao se referir a atual gestão municipal. A afirmação do parlamentar se deu após tomar conhecimento da fala de um secretário municipal em relação a fossas estouradas na área rural.

“Estão maltratando o homem do campo. Viraram as costas para o povo que mais estendeu as mãos para os políticos durante as eleições. Tomei conhecimento de que os moradores da área rural estão sendo intimidados por líderes comunitários, para não denunciarem os descasos da prefeitura. Muitos com medo de perder emprego recuam. Recebi um relato onde um secretário municipal disse que se a fossa estourar ela tem para onde ir na área rural. Isso é porque não é na porta da casa dele. Todos os pauloafonsinos tem direito a saneamento básico. Liberem o carro fossa já”, disse Marconi.

Ainda segundo o vereador, o descaso com a área rural chegou a um ponto insustentável. “Há algumas semanas denunciamos que estava faltando água para os animais, hoje falta água também para o consumo humano. Os pipeiros continuam sem receber. Como se não bastasse, estradas estão com condições precárias”, destacou.

Saúde pública

A situação do Hospital Nair Alves de Souza (HNAS) também foi destaque na Tribuna da Câmara. “É triste ver o hospital que eu nasci do jeito que está. O Nair precisa mais leitos de UTI. A coisa chegou num nível tão grave que faltam até lençol para macas. Na última semana acompanhei de perto o drama da Dona São Pedro, 96 anos, moradora da Malhada Grande que precisou de medicamento no Nair e não teve. A família dela teve que comprar Losartana em uma farmácia particular. Procurei a Assessoria de Comunicação do HNAS e ficou comprovado que não tinha o medicamento no hospital. Foram dar morfina a idosa, mas usaram da ambulância que foi usada para fazer a transferência dela”, denunciou.

Para Marconi, o atual caos do HNAS é reflexo de como o município gere o hospital. “Não podemos ficar a mercê dessa situação. Vidas estão sendo pagas pela irresponsabilidade do prefeito e sua equipe. A parte administrativa da Saúde deixa a desejar. O Governo municipal tem que aprender a dialogar e não cruzar os braços e achar que as coisas vão acontecer de forma natural”, afirmou.

Audiência Publica

O caso do Nair será discutido em Audiência Pública na próxima quarta-feira, 18 de agosto, às 16h30 com a Bancada Parlamentar do Estado da Bahia. A Audiência Pública, que acontecerá de forma virtual, reunirá ainda representantes dos Ministérios da Saúde e Educação; Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), Prefeitura de Paulo Afonso e Universidade Federal do Vale de São Francisco (Univasf).

“Na semana passada trabalhei de forma incansável para que o Nair se torne federalizado. Fui a salvador onde estive com o líder da bancada baiana Marcelo Nilo e o Deputado Federal Bacelar para discutirmos de uma vez o rumo do Nair. É preciso da união e empenho de todos para que o HNAS seja transformado em um Hospital Universitário, ofereça um atendimento de qualidade a todos e que possa ser base para a formação dos alunos do curso de medicina. Quarta-feira, 18, será um “dia da esperança”, onde estaremos lutando pelo melhor para o Nair, para o nosso povo e para a cidade de Paulo Afonso”, finaliza.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!