Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

Uma sala que pertence à estrutura da prefeitura de Inhapi, região sertaneja do estado, está sendo utilizado para prática de sexo e até mesmo como ponto de drogas, segundo moradores. O local é cedido provisoriamente para o Banco do Brasil onde funcionava um caixa de auto-atendimento.


 


O problema começou a ocorrer há cerca de um ano, após o caixa eletrônico ter sido alvo de uma quadrilha que tentou levar todo dinheiro. Hoje, o local está abandonado e durante a noite é um ponto certo para práticas sexuais. Vários populares afirmam que preservativos são deixadas no local.


 


A assessoria da prefeitura disse que desconhece a informação e alegou que existe um Guarda Municipal trabalhando 24 horas na sede do órgão e nunca observou qualquer movimentação do tipo.


 


De acordo com o chefe da Guarda Municipal, Melquiades Souza, os preservativos são deixados por pessoas que fazem sexo dentro de veículos, próximo a sala de propriedade da prefeitura. “Se o local está cedido ao Banco do Brasil a responsabilidade e da agência”, declarou a assessoria.


 


A população também cobra que um novo caixa eletrônico seja instalado na cidade. Em contato com a agência do Banco do Brasil de Mata Grande responsável pela manutenção do caixa eletrônico, ninguém quis se pronunciar sobre o assunto.

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.