Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

Campanha de Solidariedade (Ajude Dona Fátima!)


 


A empregada doméstica Maria de Fátima Lima foi vitima de um terrível incêndio, que além de destruir a casa em que morava, o fogo também consumiu tudo o que tinha, móveis, eletrodomésticos, roupas e todo o alimento. Com mais 12 familiares, entre eles filhos e netos, hoje, ela está morando com sua irmã e mais 08 parentes, totalizando 20 pessoas, sem a mínima condição de moradia, numa casinha com apenas 3 compartimentos, e um “beco”, nº 30, localizado na Rua da Alegria.


 


O incêndio ocorreu no último dia 1º de fevereiro, logo cedinho quando quase todos da família ainda estavam dormindo, uma das filhas de Maria, de nome Rafaela Lima, 20 anos, teve 30% do corpo afetado com queimaduras de 1º e 2º graus e continua internada em Aracaju. Uma das sobrinhas está acompanhada Rafaela, porém, não tem dinheiro para permanecer com ela. A Campanha está sendo realizada com o objetivo de ajudar essa família que hoje, passa por um momento tão difícil. Além de um “lugarzinho” para morar, as maiores necessidades de Maria é a de alimentos (principalmente leite para as crianças), roupas de bebê, fraldas descartáveis e material de limpeza.


 


As doações podem ser entregues na Sede do SITE OzildoAlves.com.br, localizada à Avenida Getúlio Vargas, ao lado da Rádio Bahia Nordeste ou na residência da irmã de Dona Fátima, Rua da Alegria, 30 (beco), ou ainda pelo telefone: 3281-2898, falar com Lúcia.


 


Em entrevista para o radialista Ozildo Alves, ela contou em detalhes, o que passou e o que ainda está passando nesse momento difícil:


 


Como está sua situação hoje?


 


R – Está péssima, estou sem saber o que fazer da minha vida, com oito filhos desabrigados, estou na casa da minha irmã com 20 pessoas, estou praticamente no meio da rua e queria fazer um apelo a vocês, no momento o que estou precisando é de uma casa para morar e colocar meus filhos dentro, não tenho marido, são só eu e meus filhos.


 


Agora a senhora está na casa da sua irmã, qual a situação lá?


 


R – É isso mesmo. É uma casinha pequena com quatro vãos apenas. São dois quartos, uma cozinha e um banheiro. Estão morando vinte pessoas, inclusive crianças. Muitos dormem no quarto, outros dormem no beco lá fora, colocamos o colchão e dormimos, ao relento.


 


A senhora morava de aluguel, qual era o valor que a senhora pagava? Os donos já sabem o que aconteceu?


 


R – Isso mesmo, eu pagava R$ 250,00. Já, eles já sabem inclusive a dona foi lá no Hospital na terça-feira, conversamos só que como estava medicada, ela disse que me procuraria quando eu saísse de lá, para que pudéssemos conversar melhor.


 


A senhora tem recebido ajuda? Qual a sua maior necessidade hoje?


 


R – Recebi ajuda de vizinhos com roupas. Minha principal necessidade é uma casinha, fraldas para meus netos e alimentos. São muitas pessoas para alimentar, minha irmã também é simples, não tem condições e também mora de aluguel.


 


A senhora pretende continuar aqui em Paulo Afonso?


 


R – Com certeza, inclusive meu marido foi embora para Pernambuco no domingo, dois antes de acontecer essa tragédia. Eu não sei se ele volta, ou se foi apenas para passear, não sei se ele está sabendo do acontecido.


 


A senhora não procurou e nem foi procurada pela Prefeitura ainda, mas se a senhora tivesse a oportunidade de falar com o Prefeito ou sua esposa, o que a senhora diria?


 


R – Gostaria de dizer que eu preciso de verdade, de uma casa para morar com meus filhos e ajuda com alimentos.


 


 


Veja as imagens do incêndio que destruiu tudo na casa aonde Maria de Fátima morava::


 










Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.