Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

Os nomes indicados pelo ministro baiano Mário Negromonte (PP) para o segundo escalão do Ministério das Cidades ainda não foram publicados no Diário Oficial. De acordo com a coluna Brasil Confidencial, da Revista Isto É, que está nas bancas neste sábado (29), o motivo da demora na confirmação das nomeações seria um pente fino que a Casa Civil está a passar sobre os nomes indicados, alguns deles com processos na Justiça e investigados pela Polícia Federal (PF) por envolvimento com a máfia dos Sanguessugas.


 


Um dos investigados seria o ex-secretário da Agricultura do Governo Wagner e suplente do senador eleito Walter Pinheiro, Roberto Muniz, que de acordo com a publicação, desde o início do ano já ocupa sala no ministério e já circula pela Esplanada de carro oficial. O BN já havia noticiado que Muniz já despachava, mesmo antes da nomeação como secretário-executivo. Em contato com o site, o ex-titular da Seagri justificou que já atuava com o objetivo de ajudar o novo ministro na “transição” da pasta.


 


A publicação não especificou o motivo de Roberto Muniz ser um dos investigados. Outro que estaria na mira da Justiça é Carlos Batinga, indicado pelo PSC para a secretaria de Mobilidade Urbana.


 


Roberto Muniz nega que esteja sendo investigado pela PF


 


O ex-secretário estadual da Agricultura, Roberto Muniz, em contato com o BN, negou que esteja sob investigação, conforme pôs em suspeição a revista Isto É, em nota repercutida por este site neste sábado (29). “Não tenho nenhum processo na Polícia Federal”, afirmou Muniz, que deve assumir nos próximos dias a secretaria-geral do Ministério das Cidades. Segundo a revista, a Casa Civil da Presidência da República estaria a passar um pente fino nas indicações para cargos de segundo escalão, feitas pelo recém-empossado ministro Mário Negromonte (PP).

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.