Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

De sobrenome marcante e descendência italiana, Sandra Faccenda tem suas raízes fincadas em nossa cidade. Nascida em 12 de janeiro de 1974, é filha de Ferdinando Faccenda (em memória), um engenheiro pioneiro em projetos na área de irrigação em nossa região e Lúcia Maria Ferraz Faccenda (pedagoga aposentada da Chesf e atualmente, empresária do ramo de produtos agrícolas). Compõe o restante da família: Manuela, Renata e Mauro (irmãos). Sandra é casada com Sebastião Júnior. O casal ainda não possui filhos.


 


Dentre as muitas histórias ocorridas na infância, uma parte delas está relacionada à acolhida de animais para dentro de sua casa (principalmente gatos) “ para desespero de minha mãe”, diverte-se relembrando. “Uma certa vez, peguei um gatinho muito novinho nas imediações da escola Boa Ideia. Ao chegar em casa, minha mãe mandou eu devolvê-lo urgentemente. Eu ameacei: caso o gatinho não ficasse em casa, eu sairia de casa!. Como não houve acordo, juntei alguns pertences pessoais( camisola, escova de dentes e um biscoito ‘São Luiz”), coloquei o pequeno felino embaixo do braço e segui para o terreno próximo à Boa Ideia. Só depois desta demonstração de atitude, pude retornar com o gatinho para casa”, relembra de maneira saudosa.


 


O exemplo acima explica um pouco do amor e afinidade que Sandra durante toda a vida, teve com os animais. A formação técnica pelo Colepa  em Agropecuária foi apenas o início de uma trajetória ligada à área de cuidado e defesa animal. Formada em Medicina Veterinária pela Universidade Federal Rural de Pernambuco, em 1999, especializou-se em clinica e cirurgia de pequenos animais. A prática profissional começou de maneira tímida em nossa cidade, atendendo informalmente em alguns estabelecimentos agrícolas, residências e em propriedades rurais.


 


Em 2000, inaugurou em sociedade, a “Qu4tro Patas Consultório Veterinário”, e, em 2002, a convite do ex-prefeito Paulo de Deus, ingressou no serviço público para desenvolver atividades de inspeção no matadouro municipal e, posteriormente, coordenar as ações na vigilância sanitária, trabalho desenvolvido até 2008.


 


“É necessário respeitar a vida de cada animal. Pode ser o menor de uma espécie. Quem tem ética, moral e um bom coração, sabe que a vida destes seres é preciosa aos olhos de Deus também.” Finaliza.


 


Sandra Faccenda / Qu4tro Patas – Clínica Veterinária


Av. da Maçonaria, 242-A


Fone: 3281-1640

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.