Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

Wagner anuncia mais seis secretários para seu segundo mandato


 


Após alongar o anúncio e deixar os veículos de imprensa de plantão desde a última sexta-feira (21), o governo do Estado anunciou, por meio da Agecom, o nome de mais seis secretários que comporão a nova gestão de Jaques Wagner. A surpresa fica por conta da manutenção de James Correia na Secretaria da Indústria, Comércio e Mineração (SICM), antes da reunião do PDT, que pretendia angariá-la a um quadro do partido.


 


Além de James, foram confirmados Eduardo Salles (PP), mantido na Agricultura, Irrigação e Reforma Agrária (Seagri); Wilson Brito (PP), ex-titular de Infraestrutura no Desenvolvimento e Integração Regional (Sedir); e os novos Almiro Sena (PRB), na Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (SJCDH); Carlos Costa (PP), na Extraordinária da Indústria Naval e Portuária (Seinp) e Carlos Brasileiro (PT), no Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza (Sedes), o que sentencia a vitória da corrente petista Reencantar sobre a ex-detentora da pasta, Articulação de Esquerda.


 


A partir de agora, apenas três secretarias permancem em aberto. Promoção da Igualdade (SEPROMI), que deve permanecer com o PT; Relações Institucionais (SERIN), com fortes indícios que apontam para a permanência de Cézar Lisboa, embora a saída de Edmon Lucas (PSB) da Sedir crie especulações para um possível remanejamento; e a de Ciência e Tecnologia (SECTI), atualmente com o PDT, e que deve continuar sendo o único cargo de primeiro escalão do partido no Governo Wagner.

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.