Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print


Um passeio pela zona rural de Paulo Afonso é qualificante por vários aspectos, além de sermos privilegiados diretamente com a interação da natureza, seu povo, suas culturas e histórias.



Mas, diante do quadro que presenciamos, no caminho do povoado conhecido por Xangó, depois do Bairro Dernival Oliveira – Bairro Siriema -, documentamos durante o trajeto uma situação de total degradação e desrespeito ao meio ambiente, ao bioma da região e por fim a biodiversidade, por parte de “algumas pessoas” que estão jogando lixo hospitalar, comercial e doméstico ao longo da estrada.


 
No trajeto percorrido notamos a presença constante de aterros de construção sem utilização, restos de estofados de carros, garrafas de óleo de automóvel vazias, pneus em grande quantidade e tudo isso a céu aberto.

 
Necessário uma fiscalização mais enérgica dos poderes públicos Municipais, Estaduais e Federal, contando também com a presença do Legislativo, onde a comissão de meio ambiente precisa trabalhar, não podemos esquecer dos Ministérios Públicos, Estadual e Federal, do conselho municipal de meio ambiente, da OAB, ONGs e toda sociedade civil organizada para começar pelo menos a fiscalizar e achar uma metodologia de educar essas ações nocivas a natureza e ao homem do campo também.



O quadro que vimos é desolador e terrível, não há a princípio solução imediata ou reparo para tal. O que pedimos é uma maior articulação dos poderes e da sociedade civil organizada, para presenciar, documentar e tomar providências.



 
Esses poderes podem fazer algo, e de forma linear, ou seja, direta, aplicar programas e projetos que protejam essas áreas, sabemos que há verbas federais, temos a Lei, portanto, falta vontade política e administrativa.

 
Temos que deixar de lado certas vaidades e ideologias, e unirmos em prol da biodiversidade, do meio ambiente e do ser humano.

O que vimos é uma situação que aos poucos tornará irreparável para a região, pois, calculamos que a dimensão do prejuízo causado por atitudes irresponsáveis no trajeto percorrido, poderá afetar os lenços de água no subsolo, atraindo bactérias e outras mazelas a saúde pública ao povo da zona rural e região.




Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.