Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

“A substituição do secretário de segurança pública é o reconhecimento do fracasso do governo Jaques Wagner no combate ao exponencial crescimento da violência e criminalidade na Bahia”, comenta o deputado federal José Carlos Aleluia (DEM-BA) sobre a troca de César Nunes por outro delegado da Polícia Federal, Maurício Barbosa, o terceiro nome a ocupar a pasta em quatro anos.


 


O parlamentar democrata observa que, mesmo com a falta de transparência dos dados oficiais da Secretaria de Segurança Pública (SSP), houve o aumento de 50% no número de homicídios no estado durante a gestão Wagner. “No primeiro mandato do petista, mais de 15 mil baianos foram vítimas de mortes violentas”, diz.


 


Aleluia destaca que todos os índices de violência e criminalidade cresceram assustadoramente. “Na era Wagner, aumentou também o número de assaltos a bancos, estupros, furtos a veículos e tentativas de homicídios. A insegurança tomou conta da Bahia e isso se refletiu em vários setores. No turismo, um dos mais sensíveis a essa situação, estamos vendo a Bahia perdendo importância nacional”.


 


O deputado federal espera que a substituição na SSP signifique mais eficiência no combate à criminalidade. “São Paulo, Rio de Janeiro e até Pernambuco reduziram seus índices de violência. O problema tem solução. O que tem faltado na Bahia é coragem para enfrentar a grave questão. O atual governo prefere escamotear a realidade, impedindo o acesso da imprensa aos verdadeiros dados desta tragédia vivida pelo povo baiano”.   

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.