Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

A Associação de Prefeitos do Sertão Baiano (APSB) se reuniu na Câmara Municipal do Município de Gloria, na última sexta feira (15), para debater as ações e metas previstas para 2011, e apresentar propostas para o desenvolvimento de suas regiões. A Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola S. A. (EBDA), vinculada à Secretaria de Agricultura, Irrigação e Reforma Agrária (Seagri), também participou apresentando aos prefeitos as ações do Pacto Federativo, no Território de Itaparica.


 


O Pacto Federativo vem com finalidade de apoiar a extensão rural e a pesquisas de natureza científica, tecnológica ou de inovação, que visem contribuir para o fortalecimento da agricultura familiar. Ele foi implantado na Bahia nos nove territórios de cidadania, e a Gerência Regional de Paulo Afonso é responsável por assistir dez municípios que tem na agricultura familiar sua principal atividade econômica.


 


O responsável por apresentar as ações do Pacto foi o gerente regional da EBDA de Paulo Afonso, Anttonio Almeida Junior, que em sua apresentação sinalizou as estratégias de ação da empresa para ampliar a oferta do serviço de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater).


 


“O Pacto Federativo é um projeto de grande expansão na Bahia, e a EBDA abraça essa ação como causa justa, na defesa pelos direitos do agricultor familiar. Estamos com mais 16 novos técnicos envolvidos e vamos trabalhar dia à dia para fortalecer ainda mais a oferta de Ater”, comentou durante o evento o gerente Almeida Junior.


 


Também esteve presente no evento o subcoordenador do Programa Luz Para Todos, Rubens Alcântara, que em sua apresentação mostrou que a Bahia conta hoje com 2.110.950 pessoas que foram beneficiadas com o Programa Nacional de Universalização e Uso de Energia Elétrica na Bahia. Segundo ele ainda faltam 300.000 famílias a serem atendidas, trabalho que o Governo do Estado tem como prioritário para 2011.


 


Os beneficiados pelas ações do Pacto Federativo no território de Itaparica são: agricultores familiares, comunidades quilombolas, aldeias indígenas e pescadores artesanais.

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.