Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print



1)      PA SANTA CONTRA AS DROGAS


Período Fevereiro/10 a Março/10


Campanha de prevenção ao uso de drogas lícitas e ilícitas. O Projeto é por uma questão moral e humana além de uma especificação da Legislação (LEI Nº 11.343, DE 23 DE AGOSTO DE 2006. Art.3º é preciso,articular, integrar, organizar e coordenar as atividades relacionadas com a prevenção do uso indevido, a atenção e a reinserção social de usuários e dependentes de drogas;)


 O projeto desenvolveu atividades nas seguintes áreas: a) prevenção e cuidado com o consumidor de drogas e populações vulneráveis; b) conscientização da opinião pública e de grupos específicos sobre o problema;                                     Houve 70 palestras educativas e preventivas em Escolas – cerca de 140 horas palestras –  (Públicas e Particulares) e Instituições diversas com o objetivo de levar o conhecimento das drogas, dependência, seus efeitos e os males oriundos do uso das drogas. Usamos métodos satisfatórios que comunicou a proposta da Campanha dentro de uma linguagem  mais eficaz para crianças, os jovens e adolescentes, como;


1)   “Drogas não é coisa de criança” com peças teatrais, e material áudio-visual.


2)    Use Esporte. Não deixe a droga controlar sua vida” realizamos encontros de esportes para promover a valorização dos jovens


3)      Ligue-se na música. Desligue-se das drogas” com encontros musicais. Por meio da música alcançamos liberdade para comunicarmos as jovens. Isso tornou as  ações mais rica, pois  divulgamos  ao público informações importantes sobre a prevenção do consumo de drogas. Através de uma linguagem jovem, inclusiva e não discriminatória



      Público alvo atingido


Adolescentes, jovens e famílias em todos os setores da sociedade. Mais de 5.000 estudantes, entre eles, crianças, adolescentes, jovens e adultos assistiram as palestras.


O público em geral recebeu milhares de folders com explicações sobre a prevenção quanto ao uso de drogas, nos Bairros mais carentes como também Bairros com nível melhor e universitários.


  Estratégia pedagógica: Para um efeito mais positivo utilizamos depoimentos de ex-usuários como também seus familiares que serviu de alerta para outras famílias, evitando que novos usuários apareçam.


      Objetivos alcançados


1)        Ciclo de palestras: Aconteceu com intuito de prevenir o uso de drogas, álcool e entorpecentes.


1)      PA SANTA CONTRA AS DROGAS


Período Fevereiro/10 a Março/10


Campanha de prevenção ao uso de drogas lícitas e ilícitas. O Projeto é por uma questão moral e humana além de uma especificação da Legislação (LEI Nº 11.343, DE 23 DE AGOSTO DE 2006. Art.3º é preciso,articular, integrar, organizar e coordenar as atividades relacionadas com a prevenção do uso indevido, a atenção e a reinserção social de usuários e dependentes de drogas;)


 O projeto desenvolveu atividades nas seguintes áreas: a) prevenção e cuidado com o consumidor de drogas e populações vulneráveis; b) conscientização da opinião pública e de grupos específicos sobre o problema;                                     Houve 70 palestras educativas e preventivas em Escolas – cerca de 140 horas palestras –  (Públicas e Particulares) e Instituições diversas com o objetivo de levar o conhecimento das drogas, dependência, seus efeitos e os males oriundos do uso das drogas. Usamos métodos satisfatórios que comunicou a proposta da Campanha dentro de uma linguagem  mais eficaz para crianças, os jovens e adolescentes, como;


1)   “Drogas não é coisa de criança” com peças teatrais, e material áudio-visual.


2)    Use Esporte. Não deixe a droga controlar sua vida” realizamos encontros de esportes para promover a valorização dos jovens


3)      Ligue-se na música. Desligue-se das drogas” com encontros musicais. Por meio da música alcançamos liberdade para comunicarmos as jovens. Isso tornou as  ações mais rica, pois  divulgamos  ao público informações importantes sobre a prevenção do consumo de drogas. Através de uma linguagem jovem, inclusiva e não discriminatória



      Público alvo atingido


Adolescentes, jovens e famílias em todos os setores da sociedade. Mais de 5.000 estudantes, entre eles, crianças, adolescentes, jovens e adultos assistiram as palestras.


O público em geral recebeu milhares de folders com explicações sobre a prevenção quanto ao uso de drogas, nos Bairros mais carentes como também Bairros com nível melhor e universitários.


  Estratégia pedagógica: Para um efeito mais positivo utilizamos depoimentos de ex-usuários como também seus familiares que serviu de alerta para outras famílias, evitando que novos usuários apareçam.


      Objetivos alcançados


1)        Ciclo de palestras: Aconteceu com intuito de prevenir o uso de drogas, álcool e entorpecentes.


1)      PA SANTA CONTRA AS DROGAS


Período Fevereiro/10 a Março/10


Campanha de prevenção ao uso de drogas lícitas e ilícitas. O Projeto é por uma questão moral e humana além de uma especificação da Legislação (LEI Nº 11.343, DE 23 DE AGOSTO DE 2006. Art.3º é preciso,articular, integrar, organizar e coordenar as atividades relacionadas com a prevenção do uso indevido, a atenção e a reinserção social de usuários e dependentes de drogas;)


 O projeto desenvolveu atividades nas seguintes áreas: a) prevenção e cuidado com o consumidor de drogas e populações vulneráveis; b) conscientização da opinião pública e de grupos específicos sobre o problema;                                     Houve 70 palestras educativas e preventivas em Escolas – cerca de 140 horas palestras –  (Públicas e Particulares) e Instituições diversas com o objetivo de levar o conhecimento das drogas, dependência, seus efeitos e os males oriundos do uso das drogas. Usamos métodos satisfatórios que comunicou a proposta da Campanha dentro de uma linguagem  mais eficaz para crianças, os jovens e adolescentes, como;


1)   “Drogas não é coisa de criança” com peças teatrais, e material áudio-visual.


2)    Use Esporte. Não deixe a droga controlar sua vida” realizamos encontros de esportes para promover a valorização dos jovens


3)      Ligue-se na música. Desligue-se das drogas” com encontros musicais. Por meio da música alcançamos liberdade para comunicarmos as jovens. Isso tornou as  ações mais rica, pois  divulgamos  ao público informações importantes sobre a prevenção do consumo de drogas. Através de uma linguagem jovem, inclusiva e não discriminatória



      Público alvo atingido


Adolescentes, jovens e famílias em todos os setores da sociedade. Mais de 5.000 estudantes, entre eles, crianças, adolescentes, jovens e adultos assistiram as palestras.


O público em geral recebeu milhares de folders com explicações sobre a prevenção quanto ao uso de drogas, nos Bairros mais carentes como também Bairros com nível melhor e universitários.


  Estratégia pedagógica: Para um efeito mais positivo utilizamos depoimentos de ex-usuários como também seus familiares que serviu de alerta para outras famílias, evitando que novos usuários apareçam.


      Objetivos alcançados


1)        Ciclo de palestras: Aconteceu com intuito de prevenir o uso de drogas, álcool e entorpecentes.


1)      PA SANTA CONTRA AS DROGAS


Período Fevereiro/10 a Março/10


Campanha de prevenção ao uso de drogas lícitas e ilícitas. O Projeto é por uma questão moral e humana além de uma especificação da Legislação (LEI Nº 11.343, DE 23 DE AGOSTO DE 2006. Art.3º é preciso,articular, integrar, organizar e coordenar as atividades relacionadas com a prevenção do uso indevido, a atenção e a reinserção social de usuários e dependentes de drogas;)


 O projeto desenvolveu atividades nas seguintes áreas: a) prevenção e cuidado com o consumidor de drogas e populações vulneráveis; b) conscientização da opinião pública e de grupos específicos sobre o problema;                                     Houve 70 palestras educativas e preventivas em Escolas – cerca de 140 horas palestras –  (Públicas e Particulares) e Instituições diversas com o objetivo de levar o conhecimento das drogas, dependência, seus efeitos e os males oriundos do uso das drogas. Usamos métodos satisfatórios que comunicou a proposta da Campanha dentro de uma linguagem  mais eficaz para crianças, os jovens e adolescentes, como;


1)   “Drogas não é coisa de criança” com peças teatrais, e material áudio-visual.


2)    Use Esporte. Não deixe a droga controlar sua vida” realizamos encontros de esportes para promover a valorização dos jovens


3)      Ligue-se na música. Desligue-se das drogas” com encontros musicais. Por meio da música alcançamos liberdade para comunicarmos as jovens. Isso tornou as  ações mais rica, pois  divulgamos  ao público informações importantes sobre a prevenção do consumo de drogas. Através de uma linguagem jovem, inclusiva e não discriminatória



      Público alvo atingido


Adolescentes, jovens e famílias em todos os setores da sociedade. Mais de 5.000 estudantes, entre eles, crianças, adolescentes, jovens e adultos assistiram as palestras.


O público em geral recebeu milhares de folders com explicações sobre a prevenção quanto ao uso de drogas, nos Bairros mais carentes como também Bairros com nível melhor e universitários.


  Estratégia pedagógica: Para um efeito mais positivo utilizamos depoimentos de ex-usuários como também seus familiares que serviu de alerta para outras famílias, evitando que novos usuários apareçam.


      Objetivos alcançados


1)        Ciclo de palestras: Aconteceu com intuito de prevenir o uso de drogas, álcool e entorpecentes.


1)      PA SANTA CONTRA AS DROGAS


Período Fevereiro/10 a Março/10


Campanha de prevenção ao uso de drogas lícitas e ilícitas. O Projeto é por uma questão moral e humana além de uma especificação da Legislação (LEI Nº 11.343, DE 23 DE AGOSTO DE 2006. Art.3º é preciso,articular, integrar, organizar e coordenar as atividades relacionadas com a prevenção do uso indevido, a atenção e a reinserção social de usuários e depe

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.