Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva transmitiu a faixa presidencial para Dilma Rousseff às 16h49 deste sábado (1º), no parlatório do Palácio do Planalto. Após a transmissão da faixa, foi tocado o Hino Nacional e Lula deixou o parlatório.


 


A presidenta Dilma Rousseff recebe a faixa presidencial de Lula, no parlatório do Palácio do Planalto

 


Ao lado do vice-presidente, Michel Temer, e da mulher dele, Marcela, Dilma fez um pronunciamento à nação. Em seu discurso, ela fez vários elogios ao agora ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e ao ex-vice José Alencar, que está internado em São Paulo. Dilma disse também que governará para todos os brasileiros e brasileiras.

A presidente chegou ao Palácio do Planalto a bordo do Rolls Royce presidencial acompanhada pela única filha, Paula, e foi recebida na rampa do edifício pelo seu antecessor, o agora ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e a ex-primeira-dama, Marisa.


Dilma e o vice, Michel Temer, foram empossados às 14h52 no Congresso Nacional. Em seu discurso, após assinar o termo de posse, a presidente disse que “a luta mais obstinada” do novo governo será “a erradicação da pobreza extrema e a criação de oportunidades para todos”. “Não vou descansar enquanto houver brasileiros sem alimentos à mesa”, declarou.


Ainda como parte do cerimonial de posse, a presidente Dilma recebe os chefes de Estado e representantes de governos em um coquetel no Itamaraty.

Até a noite de sexta-feira (31), 139 representantes de delegações estrangeiras, entre chefes de Estado, primeiros-ministros, presidentes de congressos e embaixadores, confirmaram presença. O número inclui representantes de entidades internacionais, como Unesco e União Europeia.


A cerimônia de posse de Dilma começou às 14h20, quando ela seguiu em no Rolls Royce presidencial da Catedral de Brasília para o Congresso. A comitiva foi acompanhada de perto pela Escolta de Batedores, formada por motociclistas da Marinha, do Exército e da Aeronáutica, e por 110 soldados do regimento de cavalaria Dragões da Independência.

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.