Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

Finalmente a Câmara Municipal de Paulo Afonso conhece sua nova mesa diretora para a gestão 2011/2012 Conforme havia antecipado o site no início desta semana, quando os 7 vereadores da oposição resolveram “bater o martelo” e definir a mesa diretora, a informação se concretizou na tarde desta sexta-feira (17/12).


 


Com plenário completamente lotado, e após uma tranqüila sessão, a câmara elegeu por 7 votos contra 4, os seguintes vereadores para a nova mesa-diretora:


 


Presidente: Regivaldo Coriolano (PCdoB)


Vice- Presidente: Aroldo do Hospital (PTB)


1º Secretário: Ozildo Alves (PTN)


2º Secretário: Edson Oliveira “Dinho” (PSC)


 


Mesmo sabendo da iminente derrota, a bancada governista resolveu concorrer e lançou o nome do vereador Marcondes Francisco (PRP) para disputar com Regivaldo. Havia muita expectativa e dúvida em torno do resultado, principalmente após ser publicado na imprensa local, um artigo de autoria do advogado Fernando Montalvão, informando que vereadores do G7 estavam sendo assediados por empresários da cidade, com “ofertas valorosas em dinheiro” em troca do voto para a bancada da situação. Porém, a oposição mostrou unidade e consolidou a vitória na câmara.


 


 


Mesa Diretora: Regivaldo, Aroldo, Ozildo e Dinho


Regivaldo, Aroldo, Ozildo e Dinho



Após a apuração dos votos, o presidente Antônio Alexandre (DEM), ao anunciar o resultado, dando a vitória a Regivaldo Coriolano, houve muitas manifestações de aplausos e gritos nas galerias. O tão esperado discurso do presidente eleito não aconteceu, frustrando o público presente, foi uma decisão do condutor dos trabalhos, com o aval de todos os vereadores. Do lado de fora, também houve comemorações, fogos de artifícios e um carro de som entoando o “Hino da Independência”.


 


 



Reação do público logo após o anúncio do resultado




O fato político desta tarde não deixa de ser apontado, como mais uma fragorosa derrota do prefeito Anilton Bastos (DEM), que em outubro passado já havia amargado o insucesso de seu padrinho político Luiz de Deus (DEM). O chefe do executivo vem enfrentando ainda, uma evidente desagregação do seu partido, o DEM.


 


Em sua coluna “Bastidores” o radialista Bob Charles retratou a situação de desconforto vivido ultimamente pelo prefeito Anilton. Veja um trecho do artigo:


 


“Nem o mais pessimista dos democratas poderia imaginar um desfecho mais melancólico para o partido no episódio que envolve a eleição da nova Mesa Diretora da Câmara de Paulo Afonso. Se estava ruim, agora piorou. Com os novos desdobramentos, os integrantes da Mesa serão todos da oposição. A falta de habilidade acabou exterminando a representatividade democrata da Câmara. Se não fosse o orgulho, o partido teria fatalmente cooptado um ou até dois vereadores da oposição pela via do diálogo a partir do início do mandato. Mas foi inábil e deixou escapar uma boa oportunidade de ser maioria no segundo biênio…”

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.