Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

Eugênia Lopes, de O Estado de S.Paulo


BRASÍLIA – Mesmo sem apoiar oficialmente a eleição de Dilma Rousseff para a Presidência, o PP vai manter o comando do Ministério das Cidades. O ex-líder do partido na Câmara Mário Negromonte (BA) deverá ser o futuro ministro, no lugar de Márcio Fortes. Dilma vai anunciar o restante de seu ministério nesta sexta-feira, 17, dia em que será diplomada como presidente pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ou, no máximo, na segunda-feira.


Para fechar o xadrez ministerial, Dilma ainda precisa definir os nomes de 17 ministros, entre eles o titular do Ministério da Saúde e em que pasta ficará Ciro Gomes, do PSB. “As pastas do PSB são Integração Nacional e Portos e Aeroportos. Não existe outro cargo. Isso é assunto vencido”, disse o governador do Ceará, Cid Gomes, irmão de Ciro.


Cid esteve nesta quarta-feira, 15, em Brasília para participar da solenidade de balanço dos oito anos de governo Lula. Segundo ele, seu irmão, que se encontra em viagem à Europa, deveria dar ontem a resposta sobre sua participação no futuro governo. Ciro só deve voltar do exterior no dia 22.


O presidente nacional do PSB e governador de Pernambuco, Eduardo Campos, deveria conversar com Dilma ontem à noite, em São Paulo, sobre os nomes do partido para o futuro governo. Campos indicou o ex-prefeito de Petrolina e atual secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, Fernando Bezerra Coelho. Se Ciro for para a Integração Nacional, Bezerra vai para a Secretaria de Portos e Aeroportos, e vice-versa.


Abaixo, matéria publicada pelo Portal IG:



Adriano Ceolin, iG Brasília | 15/12/2010 18:15


A presidenta eleita Dilma Rousseff convidou o deputado Mário Negromonte (PP-BA) para ser o novo ministro das Cidades no lugar de Márcio Fortes. O convite foi intermediado pelo presidente nacional do PP, senador Francisco Dornelles, do Rio de Janeiro, que reuniu-se com Dilma na tarde desta quarta-feira na Granja do Torto.




Leia também:

 



 


Segundo o iG apurou com fontes da equipe de transição, Negromonte deverá ser anunciado oficialmente na próxima semana juntamente com outros ministros. A nomeação de Negromonte foi uma exigência da bancada da Câmara, que a mais de um ano demonstra-se insatisfeita com Márcio Fortes.


Depois de encontrar-se com Dilma, Dornelles foi para o gabinete no Senado e chamou Negromonte e o deputado João Pizzolatti (PP-SC), líder do partido na Câmara, para uma conversa. A reportagem conversou com Negromonte quando saiu do gabinete, mas ele não quis dar declarações sobre o convite para ser ministro das Cidades. O iG apurou ainda que a participação do governador reeleito da Bahia, Jaques Wagner (PT), foi decisiva para a escolha de Negromonte.


O PP comanda a Cidades desde 2005, quando Fortes foi nomeado a pedido do então presidente da Câmara, Severino Cavalcanti.

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.