Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

Em nota divulgada nesta quarta (15), a assessoria da presidente eleita Dilma Rousseff oficializou os nomes de mais quatro ministros que integrarão o governo a partir de 1º de janeiro, além do futuro chefe de gabinete de Dilma, Giles Azevedo. Com esses, são 20 os ministérios que já têm os futuros titulares confirmados. Se não for criada nenhuma nova pasta, faltam 17.


Os nomes dos ministros anunciados nesta quarta são os seguintes:


Antonio Patriota (sem partido): Relações Exteriores
Nelson Jobim (PMDB): Defesa
Fernando Pimentel (PT): Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior
Aloizio Mercadante (PT): Ciência e Tecnologia


 


Da esq. para a dir.: Antonio Patriota, Nelson Jobim, Aloizio Mercadante e Fernando Pimentel 

 


Segundo o texto da nota, divulgada pela assessoria da presidente eleita, “a presidente eleita orientou os novos auxiliares a trabalhar de forma integrada com os demais setores do governo para cumprir seu programa de desenvolvimento com distribuição de renda e estabilidade econômica, promovendo avanços e assegurando a melhoria de vida de todos os brasileiros”.


Na última quarta (8), outros dez ministros tinham sido anunciados:


Edison Lobão (PMDB-MA): Ministério das Minas e Energia
Wagner Rossi (PMDB-SP): Ministério da Agricultura
Pedro Novais (PMDB-MA): Ministério do Turismo
Garibaldi Alves (PMDB-RN): Ministério da Previdência
Moreira Franco (PMDB-RJ): Secretaria de Assuntos Estratégicos
Ideli Salvatti (PT-SC): Ministério da Pesca
Maria do Rosário (PT-RS): Secretaria de Direitos Humanos
Paulo Bernardo (PT-PR): Ministério das Comunicações
Alfredo Nascimento (PR-AM): Ministério dos Transportes
Helena Chagas (sem partido): Secretaria de Comunicação Social


No último dia 3, a equipe de transição de governo informou os nomes dos ministros que vão compor o chamado “núcleo palaciano”, todos integrantes da coordenação da campanha eleitoral de Dilma Rousseff:

Antonio Palocci (PT-SP): Casa Civil da Presidência
Gilberto Carvalho (PT-SP): Secretaria-Geral da Presidência
José Eduardo Cardozo (PT-SP): Ministério da Justiça


O primeiro bloco de ministros oficializado pela presidente eleita reuniu os integrantes da equipe econômica:


Guido Mantega (PT-SP): Ministério da Fazenda
Miriam Belchior (PT-SP): Ministério do Planejamento
Alexandre Tombini (sem partido): presidência do Banco Central

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.