Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

Por Antônio Galdino (Diretor do Departamento Municipal de Turismo)


“Tá confirmado. Serei anunciado dia 15 e tomarei posse logo após a diplomação da presidente Dilma”. Ouvi essa resposta do Deputado Mário Negromonte, à minha indagação ainda na entrada do Portão 9 do Aeroporto de Brasilía quando tomávamos o avião da TAM, vôo 3560, de Brasília para Salvador, dia 9 de Dezembro, quinta-feira. 


Sentado na segunda fila de poltronas do avião da TAM, vôo 3560, de Brasília para Salvador, da quinta-feira, 09 de Dezembro, pude ficar observando atentamente cada passageiro que buscava o seu lugar na volta pra casa.


Dentre os ilustres passageiros, três personagens da política baiana que viviam momentos muitos especiais e sobretudo diferentes de suas caminhadas públicas chegaram, carregando em seus semblantes essa carga de emoção.


Um deles, o Senador César Borges que buscou sem sucesso a sua reeleição para o Senado Federal pelo PR, depois de longa militância no colo do PFL e do DEM. Retornava à casa em uma de suas últimas viagens de Brasília onde ficará apenas por mais alguns poucos dias, cumprindo o final do seu mandato.


Outro personagem, de olhos no futuro, se acomodou numa poltrona no meio da aeronave. Era a deputada federal Lídice da Mata(PSB), que começou uma história de sucesso na política baiana, sendo prefeita de Salvador. Como Deputada Federal foi presidente da Comissão de Turismo e contribuiu com o turismo em Paulo Afonso ao apresentar uma emenda para liberação de recursos nas ordem de cerca de 700 mil reais para a construção do projeto Ecoturístico do Rio do Sal, ainda se arrastando pela burocracia do governo estadual.


Agora, seus olhos vislumbram um mandato de oito anos como Senadora da República, eleita por três milhões e meio de baianos, quase um milhão só da capital do Estado.


Lídice chega ao Senado num momento em que o seu partido também se fortalece no poder ao dobrar o número de governadores que agora são seis – Paraíba, Ceará, Piauí, Amapá, Espírito Santo e Pernambuco, sendo os dois últimos, Renato Casagrande e Eduardo os que conseguiram mais de 82% dos votos nos seus Estados.


A estes vão somar os três senadores, ela incluída e uma respeitada bancada de 34 deputados federais e, certamente, alguns ministérios e cargos no primeiro escalão do Governo da Presidente Dilma.


O terceiro personagem vem há um bom tempo aparecendo na mídia como provável ministro da presidente Dilma. É o deputado Mário Negromonte, do PP, que entrou de cabeça na campanha para a reeleição do governador Jaques Wagner, de quem já havia conseguido secretarias e outros cargos no governo baiano.


Há dois anos empenhou-se para eleger a esposa, Ena Vilma, prefeita do município de Glória, vizinha a Paulo Afonso. Nas últimas eleições ele próprio conseguiu se reeleger Deputado Federal, já no quinto mandato, como mais de 130 mil votos e elegeu o filho, jovem de — anos com mais de 113 mil votos para a Assembléia Legislativa da Bahia.


À seqüência de vitórias políticas soma-se agora a sua indicação para o Ministério das Cidades que o levará para bem além do território baiano.


No vôo 3560, troquei palavras com os três personagens. Com o Senador, apenas cumprimentos formais. Com a senadora Lídice, além de felicitá-la pela expressiva votação, tentei captar algum vislumbre de sua ação no Senado, para a Bahia e, claro, falei da necessidade do seu apoio para estas terras pauloafonsinas e região.


Do Deputado Mário, tive, ainda na entrada do portão 9 do Aeroporto de Brasília, a confirmação de que estava ele, de fato, indicado para ser o Ministro das Cidades, em lugar de Márcio Fortes, também do seu partido, o PP. Me dizia ele que “seria indicado no dia 15, quarta-feira e que estaria tomando posse logo após a solenidade de diplomação da presidente Dilma e do vice Michel Temer, no dia 16 de Dezembro”.


Estávamos conversando quando o seu celular tocou. Era, ao que tudo indica, o Senador Dorneles, a quem Mário informava aquilo que me havia dito: “Tá confirmado, Senador. Palocci ligou e disse que no dia 15 seria anunciado e que a posse seria logo após a diplomação da presidente Dilma”.


Continuando a conversa, no caminho para as poltronas, ouvi de Mário Negromonte o compromisso de apoiar os projetos da região, de conversar com os prefeitos, “procurarei conversar com o prefeito Anilton para apoiar o desenvolvimento da região”.


Vôo 3560 da TAM, de Brasília para Salvador, dia 09 de Dezembro. O começo de uma nova história para a região? O que podemos esperar?

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.