Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

A assessoria da presidente eleita, Dilma Rousseff, oficializou nesta quarta-feira (7), por meio de nota, os nomes de mais dez ministros que integrarão o futuro governo.


Entre eles, estão cinco do PMDB:


– senador Edison Lobão (MA) será o ministro de Minas e Energia;
Wagner Rossi (SP) continuará no Ministério da Agricultura;
– o deputado Pedro Novais (MA) comandará o Ministério do Turismo;
– o senador Garibaldi Alves (RN) vai para o Ministério da Previdência;
– e o ex-governador do Moreira Franco (RJ) ocupará a Secretaria de Assuntos Estratégicos.


Os outros cinco ministros oficializados nesta quarta são:


– a senadora Ideli Salvatti (PT-SC), para o Ministério da Pesca;
– a deputada Maria do Rosário (PT-RS) para a Secretaria de Direitos Humanos;
Paulo Bernardo (PT-PR), atual ministro do Planejamento, para o Ministério das Comunicações;
Alfredo Nascimento (PR-AM) para o Ministério dos Transportes;
– e a jornalista Helena Chagas para a Secretaria de Comunicação Social.


 


ministros anunciados

 


A nota diz que Dilma “determinou a seus novos auxiliares que trabalhem de forma integrada com os demais setores do governo para dar cumprimento a seu programa de desenvolvimento com distribuição de renda e estabilidade econômica, assegurando a melhoria de vida de todos os brasileiros.”


Nesta quarta, Dilma esteve reunida na Granja do Torto com seis dos futuros ministros anunciados na noite desta quarta: Helena Chagas, Garibaldi Alves, Ideli Salvati, Alfredo Nascimento, Moreira Franco e Maria do Rosário.


Leia abaixo a íntegra da nota divulgada pela assessoria da presidente eleita:


“NOTA À IMPRENSA

A presidenta eleita da República, Dilma Rousseff, convidou novos ministros para integrar sua futura equipe de governo: a senadora Ideli Salvatti, que assumirá o Ministério da Pesca e Aquicultura; a deputada Maria do Rosário, que chefiará a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República; a jornalista Helena Chagas, para a chefia da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República; o atual ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, que será o titular do Ministério das Comunicações; o senador Garibaldi Alves, que assumirá o Ministério da Previdência Social; o senador Edison Lobão, que retornará ao Ministério de Minas e Energia; o deputado Pedro Novais, para o Ministério do Turismo; o ex-deputado Wagner Rossi, que deverá permanecer à frente do Ministério da Agricultura; o senador Alfredo Nascimento, que voltará ao comando do Ministério dos Transportes; e o ex-governador Moreira Franco, na chefia da Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República.

A presidenta eleita determinou a seus novos auxiliares que trabalhem de forma integrada com os demais setores do governo para dar cumprimento a seu programa de desenvolvimento com distribuição de renda e estabilidade econômica, assegurando a melhoria de vida de todos os brasileiros.

ASSESSORIA DE IMPRENSA DA PRESIDENTA ELEITA DILMA ROUSSEFF”


Nota anúncio ministros

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.