Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

O Ministro Dias Tofolli concedeu liminar determinando a liberdade dos réus condenados a prisão no caso das urnas de Canindé do São Francisco. A decisão referente ao réu Jose Milton Galindo Ramos foi estendida a todos os corréus envolvidos na questão. Um dos beneficiados com a decisão é o ex-prefeito de Canindé do São Francisco Genivaldo Galindo.


A Procuradoria Regional Eleitoral informou que ainda não recebeu a documentação solicitando o Habeas Corpus dos presos e que nenhuma decisão será tomada antes de serem notificados.


Prisões


O ex-prefeito de Canindé do São Francisco, Genivaldo Galindo, se entregou a Polícia Federal na última quarta-feira, 1º, depois que o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) decidiu manter a condenação dele e de mais cinco pessoas pelo roubo das urnas das eleições no município em 1997.


O filho de Galindo, Genilson Galindo Chaves, o sobrinho dele, José Milton Galindo, e Carlos Damasceno já haviam se entregado na última terça-feira, 30 de novembro. Além deles foram condenados, também, Marcos “Muganga”, José Élio Avelino e Floro Calheiros.

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.