Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

A Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf) registrou um lucro de R$ 1,4 bilhão nos nove primeiros meses deste ano. O resultado foi 120,9% superior ao registrado no mesmo período de 2009, quando o lucro ficou em R$ 641,9 milhões. Dona da Chesf, a Eletrobras apresentou um lucro de R$ 2,5 bilhões. A estatal regional passa por um processo de esvaziamento que pretende tornar a Eletrobras mais forte.

“O lucro da Chesf mostra o quanto a empresa é importante para a Região, criando um valor agregado que deveria ser empregado no Nordeste”, comentou o diretor do Instituto Ilumina Nordeste, Antonio Feijó. O Ilumina é uma organização não governamental (ONG) que atua no setor elétrico.

A Chesf perdeu a autonomia devido a uma mudança feita no seu estatuto pela Eletrobras, que também pertence ao governo federal. Para a empresa voltar a ter autonomia, o estatuto teria de ser novamente modificado. A promessa de mudar o estatuto da Chesf foi feita pelo presidente em exercício da Eletrobras, Ubirajara Rocha Meira, quando visitou o Recife no último dia 26 de maio. Na época, ele afirmou que a alteração seria concluída em seis semanas, o que não ocorreu.

Uma das modificações que tiraram a autonomia da estatal foi a colocação de um limite de R$ 78 milhões para as decisões da empresa relacionadas a investimentos, contratação de serviços e empréstimos, entre outros. Isso engessou o poder decisório, porque os investimentos do setor são altos.

Procurada ontem, a assessoria de imprensa da Eletrobras não informou como está o processo de mudança do estatuto da Chesf. Há um mês, o estatuto estava sendo analisado pela Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN), em Brasília.

LUCRO

Três fatores contribuíram para o atual lucro registrado nos nove primeiros meses deste ano pela Chesf. “Houve um aumento da receita operacional de 13,6%, uma redução de 26% nas despesas com pessoal e uma diminuição de R$ 200 milhões nos gastos com juros”, resumiu o superintendente de controle econômico-financeiro da empresa, José Ivan Pereira Filho.

A diminuição dos gastos com pessoal ocorreu porque no mesmo período do ano passado a empresa fez provisões para pagar o Plano de Desligamento Voluntário (PDV).

Já a receita operacional da Chesf aumentou porque o preço da energia chegou a R$ 270 o megawatt-hora (MWh) no segundo e terceiro trimestres deste ano. No começo deste ano, o MWh estava por R$ 18. “Quando os reservatórios das hidrelétricas estão mais baixos, o preço da energia sobe”, explicou.


Fonte: JC

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.