Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

Em entrevista concedida aos radialistas, Francisco Sales e Ozildo Alves, no Programa Tribuna do Povo, da Rádio Betel FM 104,9, o Tenente Coronel Carlos Alberto Neves da Silva, novo comandante do 20º Batalhão de Polícia Militar falou sobre a expectativa em relação a sua mais nova missão, desta vez na cidade de Paulo Afonso, e as ações que serão implantadas nos bairros da cidade, principalmente no BTN.


 


Neves diz que é operacional e que gosta de “terreno”


 


Estamos chegando a Paulo Afonso, e isso é um grande desafio pra gente, um policial militar já com 28 anos de profissão, mas estamos chegando à cidade, sabendo de alguns problemas, e estamos de braços abertos, para receber o apoio da sociedade, da parceria com os órgãos de comunicação e todas as entidades, para que possamos melhorar cada vez mais, estamos aqui inicialmente pedindo o apoio das comunidades, da população, que ninguém faz nada sozinho, precisamos de ajuda, e segurança pública é o desejo de todos. As pessoas pensam de maneira equivocada que só a policia deve trabalhar com segurança pública, mas não, todos os órgãos, podem ajudar, trabalhando junto. Portanto, estamos conhecendo os problemas, estamos fazendo um grande trabalho de inteligência, já começamos a incomodar, a policia militar deve estar, onde o povo está. Tem aquele ditado que diz: Policia perto incomoda, policia longe faz falta. Então, estamos juntos, com a comunidade, no sentido de trabalharmos, ajudarmos a cada dia mais, com a segurança pública. Minha formação é operacional, eu gosto do terreno, nós vamos mudar esse cenário, estamos chegando para trabalhar, minimizar cada vez mais. Temos conhecimento do grande problema que atinge o BTN, preciso do apoio da comunidade do BTN para que possamos mover ações. A nossa responsabilidade, sem dúvida é muito grande, porém com força de vontade, garra e o apoio da sociedade, com certeza chegaremos lá e a comunidade vai sentir-se mais segura e tranquila. Nosso projeto se chama “Paz no BTN”, projeto este que apresentaremos ao povo pauloafonsino, estamos planejando para que dentro de um mês estejamos lá dentro e em todos os bairros da cidade de Paulo Afonso, com o objetivo de baixar o nível de criminalidade. A criminalidade ela só se instala, no momento em que os órgãos responsáveis, dão espaço. Tomaremos o espaço dos meliantes que querem ou pretendem praticar algum crime e traremos a segurança que a população merece.


 


O Senhor disse que está realizando um grande plano de ação para o Bairro Tancredo Neves. As dificuldades sempre colocadas pelo comandante anterior, Tenente Coronel Rosário eram em relação à estrutura do próprio 20º Batalhão, quando eu falo em estrutura, incluo recursos humanos, o efetivo que era insuficiente para a demanda de toda a região. O senhor já viu isso com seus oficiais, como está a estrutura da PM? Dá para fazer esse trabalho?


 


Com força de vontade e persistência chegaremos lá. Ninguém está satisfeito com o efetivo, com a estrutura que existe, mas de qualquer forma, o trabalho será feito. Somos apenas um grão de areia em um imenso oceano. Tentaremos trazer a tranqüilidade que a sociedade merece, continuaremos fazendo nosso trabalho. Que o Senhor nos dê sabedoria para que possamos realizar nosso trabalho. Com o apoio dos meus oficiais, e com toda sociedade, nós chegaremos lá, com grandes operações. Estarei sempre lá, ao lado do meu policial, abordando, dando apoio a sociedade, e quando houver necessidade agiremos com o poder de policia. Sempre respeitando o cidadão, dentro da lei, da ética e da moral, nosso trabalho é baseado nisso aí. Respeitando sempre o cidadão que merece. Mas, temos do outro lado, aqueles que não se adéquam, que não estão nesse perfil, nós usaremos o nosso poder de policia, para trazer a segurança e tranqüilidade para nossa sociedade.


 


O Senhor pretende realizar algum tipo de mudança administrativa em relação a companhia do Bairro Tancredo Neves, no GTM, nas Companhias do Centro e dos demais bairros?


 


Em princípio estamos apenas conhecendo, reconhecendo os problemas, analisando cada situação, e se houver necessidade, futuramente faremos. Inclusive em relação ao Comando passado estamos apenas reforçando para que a sociedade sinta cada vez mais a autoridade. Mas, nesse momento ainda não existe necessidade de mudança, analisaremos cautelosamente, tranquilamente, principalmente após essas ações iniciais. Estudaremos, para fazermos a analise clinica de cada situação, e futuramente, se houver essa necessidade, faremos tudo isso pela melhoria da operacionalidade, da administração, para a prestação do serviço do 20º Batalhão para a região.  

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.