Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print


A reunião realizada nos SESC LER com a população do BTN e o Comando do 20º BPM parece ter surtido o efeito esperado.


 


Os moradores do Bairro têm visto, como prometido pelo antigo comandante Ten Cel Rosário e o Cap. Alex Rêgo, um maior número de policiais realizando ronda e abordagens nas ruas, bem como mais uma viatura na ajuda ao policiamento ostensivo.


 


Percebe-se claramente que a população sente-se mais segura e que a prova a politica de segurança adotada.


Com a chegada do novo comandante do 20º BPM, o Ten Cel Neves, esse trabalho foi intensificado e as abordagens tanto a pessoas, como a veículos se tornaram mais constantes.



Por essa razão divulgaremos aqui um guia de como agir nestas situações.



Abordagem a veículos:




– Ao se aproximar de um bloqueio policial, diminua a velocidade e mantenha a tranquilidade.


 


– Atenda prontamente aos sinais e orientações do policial.


 


– Sempre respeite o bloqueio policial, pois a ação policial é a sua segurança e a fuga do bloqueio pode ser mal interpretada e gerar graves consequências.


 


– Ao parar o veículo, permaneça sentado e aguarde orientações. Se for à noite, acenda as luzes internas do veículo. Só saia do veículo mediante instruções do policial, mantendo as mãos sempre visíveis e sem quaisquer objetos.


 


– Não se preocupe com documentos, pois serão solicitados oportunamente. Quando houver duas ou mais pessoas no interior do veículo, elas devem aguardar orientações para sair, mantendo as mãos sempre visíveis.


 


– Na abordagem, não se precipite em tirar do bolso à carteira de identidade. Aguarde orientação do policial. Caso esteja portando arma legalmente ou não, comunique ao policial na primeira oportunidade.


 


Se estiver a pé:


 


– Fique calmo e não corra


 


– Deixe suas mãos visíveis e não faça nenhum movimento brusco.


 


– Não discuta com o policial, não faça ameaças ou use palavras ofensivas (pode ser interpretado como desacato).


 


 










Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.