Por

REDAÇÃO - PA4.COM.BR COM ASCOM/PMPA

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

 







As equipes de fiscalização intensificaram no final de semana as ações de averiguações de estabelecimentos comerciais e espaços públicos para cumprimento das medidas restritivas com foco em evitar a aglomeração e transmissão do coronavírus.

 

A ação, realizada nos dias 17 e 18, resultou em 162 estabelecimentos fiscalizados, com 12 notificações e uma interdição. A atividade é feita em  uma parceria entre as secretarias de Saúde, Administração, Infraestrutura, Turismo, Indústria e Comércio e as forças de segurança – Polícia Militar, Guarda Municipal e GTRAN.




 

De acordo com a coordenadora de ações Covid da Vigilância Sanitária, Jackeline Rezende, dessas visitas, 12 estabelecimentos foram notificados. “As rondas tiveram como objetivo verificar a adequação dos estabelecimentos comerciais às medidas impostas em legislação, bem como atender denúncias de descumprimento durante o período de vigência do decreto. Com a parceria de diversos órgãos, conseguimos exercer um grande trabalho”, explica ela.

 

Durante a ação as equipes realizaram averiguação de denúncia, tomando medidas para a dispersão de grupos em diversos locais, além de fiscalizar estabelecimentos comerciais em relação ao horário de funcionamento e a capacidade do local estabelecida pelo Decreto Estadual.

 



Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

4 respostas

  1. Genocidas são governadores e prefeitos, e os que tem o salário garantido mas, querem impedir que os outros trabalhem e fiquem em casa para morrer de fome. Enfim, a hipocrisia

  2. Prefeito mandando mais que o presidente da republica que vergonha o comunismo chegou. Prefeito quer que o povo fique em casa pague um salario minimo para os pais de familia que estão vendo seus filhos morrendo de fome. Estão quebrando os comercios para deixar todos na miseria bando de miseraveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.