Aposentado de 80 anos mata companheira de 65 na BA

Por | 16 de abril de 2012 às 16:31

Um romance iniciado na juventude, interrompido por várias décadas e retomado há oito anos, acabou em tragédia para Antônio Mota da Silva, 80 anos, e Maria Pinheiro de Oliveira, 65, esta estrangulada pelo companheiro, na noite de domingo (15), na residência do casal, no Bairro da Paz em Salvador. Preso em flagrante por policiais militares, o aposentado foi interrogado, nesta segunda-feira (16), no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), na Pituba, pela coordenadora do Serviço de Investigação em Local de Crime (SILC), delegada Joelma Jezler.

Após assassinar a companheira, com a qual tem dois filhos, de 37 e 32 anos, Antônio permaneceu sentado na calçada em frente ao imóvel, na Rua Presidente Dutra, até a chegada da guarnição da PM, acionada por uma irmã de Maria e o marido de uma prima dela. Ouvido no DHPP, o aposentado declarou ter consumido bebida alcoólica durante o dia, e ao retornar para casa, à noite, discutiu com Maria Pinheiro – uma mulher franzina, ao contrário do agressor, um homem corpulento e forte.

Alertados por vizinhos do casal sobre a briga, os familiares de Maria, também residentes no Bairro da Paz, foram até a residência, cuja porta estava trancada e tiveram que arromba-la. Surpreendido ainda com as mãos no pescoço dela na sala da casa, Antônio tinha acabado de estrangular a mulher sobre o sofá. Percebendo-a desacordada, as testemunhas chamaram a Polícia Militar e o SAMU.

Questionado sobre a motivação do crime, o aposentado respondeu, ainda embriagado: “Foi para ela aprender a respeitar homem”, alegando que Maria o ameaçara com uma faca. Autuado em flagrante por homicídio consumado, Antônio Mota da Silva ficará à disposição da Justiça Criminal no Complexo Policial da Baixa do Fiscal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Telefone: 75 3281.9421
  • E-Mail: comercial@pa4.com.br
© 2015-2016. Todos os direitos reservados.