Choro e alegria marcam liberdade dos PMs de Paulo Afonso (Fotos exclusivas)

Assim que foram colocados em liberdade, familiares; amigos e colegas prestram solidariedade aos seis soldados da PM, que estavam presos no 20º BPM, desde o último dia 14 de fevereiro. Emoção, alegria e queima de fogos de artifício marcaram esse momento.

Por | 8 de Março de 2012 às 18:42

Policiais de Paulo Afonso vão responder processo em liberdade

Os seis policiais que estavam sob custódia no 20º Batalhão da Polícia Militar em Paulo Afonso, foram soltos no início da noite desta quinta-feira (08), depois de um pedido de liberdade provisória, feito pelo advogado, Dr. Eduardo Bouza, da Associação Jurídica para os Policiais militares.

Ao todo 20 policiais foram libertados na Bahia e entre eles, Gilmário Soares Silva, Mariel Magalhães, Lourival Moreira, Sanny Dias, Francisco Alves e Evandro José de Oliveira, todos soldados de Paulo Afonso. O autor da decisão foi o Juiz auditor da PM em Salvador, Dr. Paulo Roberto Santos. Segundo a advogada de dois, dos seis PMs presos, Dra. Onilde Cavalcante, existe uma diferença entre o que foi relato pelo comandante e o que realmente aconteceu durante a greve. “Eles não cometeram nenhum ato de vandalismo ou coisa do tipo, muito pelo contrário, os policiais fizeram um movimento pacífico”.

Assim que foram colocados em liberdade, familiares, amigos e colegas prestram solidariedade aos seis soldados da PM, que estavam presos desde o último dia 14 de fevereiro. Emoção, alegria e queima de fogos de artifício marcaram esse momento. Veja nas fotos abaixo:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Telefone: 75 3281.9421
  • E-Mail: comercial@pa4.com.br
© 2015-2016. Todos os direitos reservados.