Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

O secretário municipal de Saúde, Luiz Aureliano, reuniu-se, nessa segunda-feira, 17.01, com todos os profissionais de nível superior que atuam na atenção básica à saúde do município.


A reunião aconteceu no auditório do HNAS e contou com a presença de todos os médicos, odontólogos e enfermeiros que trabalham na rede municipal de saúde, especialmente nos PSF’s.


Na pauta, assuntos internos, como remanejamento de servidores e funcionários e rotinas administrativas a serem implantadas com a nova gestão. Aureliano, que já falou de seus objetivos, deixou bem claro para as categorias de profissionais presentes na reunião o modelo a ser implantado e seguido.


Primeiramente, falou sobre sua experiência como médico que, ao todo, soma 44 anos e, há mais de vinte, assumindo funções administrativas em vários órgãos e setores da saúde, nos estados de Pernambuco, do Pará e em Brasília e, por último, como gestor do HNAS.


Mas, o assunto principal do encontro foi chamar a responsabilidade dos presentes para o compromisso de prestar à população um serviço de saúde de qualidade, com eficiência e eficácia, meta assumida por ele quando convidado pelo prefeito, Anilton Bastos.


 


Pediu várias vezes que os profissionais trabalhassem com esse compromisso, com comprometimento e, acima de tudo, de forma correta. Deixou bem claro que não vai aceitar nenhum tipo de abuso, pois vai obedecer à lei e segui-la com rigor. Se os médicos, enfermeiros ou odontólogos foram contratados para trabalhar, têm de trabalhar. Deu o exemplo de seu filho, que é ortopedista e trabalha no HNAS; que lá, ele é um médico como todos os outros e, em casa, é um filho, frisou com um sorriso.


 


Outra informação que vai ajudar muito a população que precisa dos serviços é que, a partir de fevereiro, deste ano, os médicos não poderão remarcar ou marcar atendimento aos usuários para mais de 30 dias.


 


Finalizou sua fala, lembrando trecho do juramento médico, onde se estabelece a honestidade, a caridade e a ciência.  frisando que a ciência, talvez de propósito, esteja em último lugar, por não como as outras atitudes, que são mais ligadas ao respeito e ao dever para com o próximo.  Deixando claro que médico tem de ser médico.


 

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.