Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

Alexandra Moura da Silva, de 26 anos, está sendo procurada pela polícia, depois de identificada como mandante do assassinato do próprio filho, ocorrido em 7 de janeiro de 2015, em Camaçari. Carlos Henrique Moura, de sete anos, foi encontrado em um córrego do município, dois dias após seu desaparecimento. A criança foi morta por José Nilton Pereira da Silva, 35, que já está preso.

Segundo a titular da Delegacia Homicídios de Camaçari (DH/RMS), delegada Maria Tereza, Nilton, que tinha um relacionamento com a avó da vítima, já era suspeito do crime quando foi preso em flagrante por tráfico de drogas, em 8 de agosto. Na delegacia, ao ser interrogado, confessou que afogou o menino, após Alexandra ter prometido uma noite de amor a ele.

Ainda de acordo com Nilton, Alexandra tinha medo que o menino contasse para a avó paterna que a mãe tinha planos de participar de um assalto a banco e que vendia drogas. Era a avó que cuidava da criança. Também existe a suspeita de que a mãe estaria usando o menino para levar e trazer drogas. Alexandra está foragida desde o dia 16 de agosto, quando foi decretada a sua prisão temporária.
 

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.