Eletricista da Celpe é assassinado ao tentar cortar energia elétrica de cliente em Limoeiro

Por REDAÇÃO - PA4.COM.BR COM G1 | 30 de setembro de 2020 às 11:23

Redes sociais



 

Um eletricista da Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) foi assassinado ao tentar cortar a energia elétrica de um cliente, em Limoeiro, no Agreste de Pernambuco. O crime ocorreu na tarde desta terça-feira (29). Segundo a empresa, o funcionário foi identificado como José Reginaldo de Santana Júnior, de 31 anos.

 

O crime ocorreu na zona rural da cidade, durante um corte legal de energia. A ação foi determinada pela companhia por causa da falta de pagamento. De acordo com a PM, o assassinato ocorreu por volta das 16h, na Fazenda Haras Vovó Zito.

 

Havia dois eletricistas no momento do crime. Após o corte de energia, segundo a polícia, o proprietário da fazenda, que já tinha fechado a porteira com um cadeado, “demonstrou grande insatisfação e efetuou um disparo de arma de fogo contra um dos funcionários”, que morreu no local.




 

 

O homem ainda obrigou o segundo funcionário, de 39 anos, a religar a energia, “ameaçando-o com a arma de fogo apontada em sua direção”. Depois da religação, ele ainda ameaçou o segundo funcionário e o obrigou a entrar no porta-malas do carro da Celpe.

Por meio de nota, a Polícia Civil informou que o crime foi registrado na Delegacia de Homicídios de Limoeiro e está sendo investigado pelo delegado Fabrício Pimentel.

 

José Reginaldo era morador de Carpina, na Zona da Mata Norte do estado. O crime ocorreu nas margens da rodovia PE-95, segundo informações de pessoas que conheciam a vítima.

 

Equipes Táticas da Polícia Militar começaram a fazer buscas para tentar encontrar o homem responsável pelo homicídio.

 

Ao G1, a delegacia responsável pelo registro informou que ninguém havia sido preso até a última atualização desta reportagem.

 

A Polícia Militar afirmou que foi acionada para a ocorrência e que, “ao chegar ao local, os policiais confirmaram o fato e isolaram a área até a chegada das autoridades competentes”.

 

Celpe

 

Por meio de nota, a Celpe informou que “recebeu com consternação a notícia do assassinato do colaborador”, que “lamenta o ato brutal praticado contra o eletricista e informa que está prestando o apoio necessário à família da vítima” e que “condena, veementemente, qualquer conduta violenta, sobretudo que atente contra a vida”.

 

O departamento jurídico da companhia está acompanhando a instauração do procedimento investigativo “e demanda das autoridades públicas o pleno cumprimento da lei”.









9 comentários em “Eletricista da Celpe é assassinado ao tentar cortar energia elétrica de cliente em Limoeiro”

  1. Vai otário cortar novamente energia diante de uma pandemia todos com os nervos à flor da pele. Tinha feito vista Grossa. Perdeu a vida pra enricar burguês ladrão. Discernimento te faltou .sinto muito. Nada justifica a morte. Ambos erraram

    1. Otário é vc ,,,,,,! Fazer um comentário desse, o trabalhador estava fazendo o tinha que fazer, trabalhar! Agora a desculpa do assassino e a pandemia! Vai se ,,,,,seu ,,,, sem noção!

  2. A Celpe tem que comprar essa briga, até que esse assassino, covarde, seja colocado atrás das grades. De onde não deve sair, que não seja morto por idade.

  3. A CELPE é responsável pela vida de seus colaboradores e não devia deixar uma equipe ir fazer este serviço sem escolta, pois trata de lugar perigoso e as pessoas estão sem limites.

  4. Esse assassino é um broco, matou um inocente trabalhando. Deixava cortar e ligava de novo, respondia por furto de energia dependendo e nem ficava preso, agora vai responder por homicídio de um trabalhador, merece cadeia mesmo.

    1. Exatamente cabeça nao pensa e o corpo padece. Alem do mais assassinou um inocente trabalhador que podia ser pai de familia deixando filhos orfaos. Uma familia inteira chorando por causa da atitude de um imbecil.

  5. tem dia que você engole um boi outro vc não engole um mosquito por isso não digo nada só Deus para julgar todo trabalho tem um risco que Deus tenha misericórdia de todos nós

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Telefone: 75 3281.9421
  • E-Mail: comercial@pa4.com.br
© 2015-2016. Todos os direitos reservados.