Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

Em resposta ao email enviado pelo senhor Silvano Wanderley Ferreira, no qual deixo claro que não faz parte da Equipe EFOTEJ, ou mesmo foi até esta escola colher informações antes de escrever este email e afirmo desde já que este poderá responder judicialmente caso a sua atitude irresponsável venha causar dano moral a esta Instituição.


 


Em respeito aos nossos ex e futuros alunos, farei um breve relato com relação à situação atual da escola e os seus cursos atuais. 


 


No ano de 2008 foi dado entrada no protocolo de autorização e reconhecimento dos Cursos obedecendo com rigor toda à documentação e requisitos exigidos pelo CEE-BA (órgão ao qual compete a fiscalização e legalização dos cursos técnicos), pela norma da Legislação 015/33 que regulamenta as escolas técnicas, eles teriam 120 dias para analisar e julgar o processo, caso isso não aconteça a escola estará autorizada em caráter especial para o seu funcionamento e ficará aguardando a finalização do processo.


 


Depois de muito esperar, apesar de durante todo esse tempo estar cobrando insistentemente a agilidade na conclusão do processo, através de ofícios, audiências, telefonemas, fax, visitas ao conselho… Há pouco tempo descobrimos que só conseguiríamos essa resolução caso apelássemos para políticos de renome que pudessem interceder por nós.


 


Foi aí que finalmente o processo foi tirado da gaveta e dado a ele a importância que realmente merecia. Estamos agora em fase de finalização, recentemente no dia 28/10/1010 foi realizada reunião onde estavam presentes, o Sr Emmanuel (Sócio-proprietário da EFOTEJ) e sua esposa Larissa, o Deputado Estadual eleito Mario Negromonte Júnior e o secretário de Educação o Sr. Osvaldo Barreto, onde foi discutido todo o processo e o mesmo se comprometeu resolver.


 


Portanto, a qualquer momento sairá a portaria de reconhecimento dos cursos no diário oficial e poderemos então diplomar todos os alunos que não estiverem com nenhuma pendência(documentação, pagamentos, relatórios e projetos) com a EFOTEJ, o que posso afirmar que são poucos.


 


Como informamos a todos os alunos, que nos procuraram e que estão com a sua vida escolar toda em dia, não temos intenção de prejudicar nenhum deles, para isso firmamos parcerias com outras instituições, já regularizadas, que estão recebendo esses alunos através do aproveitamento de disciplinas e diplomando-os.  


 


Finalizo esse esclarecimento pedindo a todos que receberam este e-mail, que qualquer dúvida ou mais esclarecimentos procure a direção da escola EFOTEJ  eles estão prontos a atendê-los e se preciso comprovar em caráter documental tudo que relatei neste email.


 


 


Atenciosamente,


 


A direção


 


Veja abaixo, o conteúdo do e-mail enviado por Silvano Wanderley:


 














Assunto:  


A ESCOLA TÉCNICA EFOTEJ ESTÁ ENGANANDO OS ALUNOS.


De:  


“silvano wanderley ferreira” <[email protected]>


Data:  

Em resposta ao email enviado pelo senhor Silvano Wanderley Ferreira, no qual deixo claro que não faz parte da Equipe EFOTEJ, ou mesmo foi até esta escola colher informações antes de escrever este email e afirmo desde já que este poderá responder judicialmente caso a sua atitude irresponsável venha causar dano moral a esta Instituição.


 


Em respeito aos nossos ex e futuros alunos, farei um breve relato com relação à situação atual da escola e os seus cursos atuais. 


 


No ano de 2008 foi dado entrada no protocolo de autorização e reconhecimento dos Cursos obedecendo com rigor toda à documentação e requisitos exigidos pelo CEE-BA (órgão ao qual compete a fiscalização e legalização dos cursos técnicos), pela norma da Legislação 015/33 que regulamenta as escolas técnicas, eles teriam 120 dias para analisar e julgar o processo, caso isso não aconteça a escola estará autorizada em caráter especial para o seu funcionamento e ficará aguardando a finalização do processo.


 


Depois de muito esperar, apesar de durante todo esse tempo estar cobrando insistentemente a agilidade na conclusão do processo, através de ofícios, audiências, telefonemas, fax, visitas ao conselho… Há pouco tempo descobrimos que só conseguiríamos essa resolução caso apelássemos para políticos de renome que pudessem interceder por nós.


 


Foi aí que finalmente o processo foi tirado da gaveta e dado a ele a importância que realmente merecia. Estamos agora em fase de finalização, recentemente no dia 28/10/1010 foi realizada reunião onde estavam presentes, o Sr Emmanuel (Sócio-proprietário da EFOTEJ) e sua esposa Larissa, o Deputado Estadual eleito Mario Negromonte Júnior e o secretário de Educação o Sr. Osvaldo Barreto, onde foi discutido todo o processo e o mesmo se comprometeu resolver.


 


Portanto, a qualquer momento sairá a portaria de reconhecimento dos cursos no diário oficial e poderemos então diplomar todos os alunos que não estiverem com nenhuma pendência(documentação, pagamentos, relatórios e projetos) com a EFOTEJ, o que posso afirmar que são poucos.


 


Como informamos a todos os alunos, que nos procuraram e que estão com a sua vida escolar toda em dia, não temos intenção de prejudicar nenhum deles, para isso firmamos parcerias com outras instituições, já regularizadas, que estão recebendo esses alunos através do aproveitamento de disciplinas e diplomando-os.  


 


Finalizo esse esclarecimento pedindo a todos que receberam este e-mail, que qualquer dúvida ou mais esclarecimentos procure a direção da escola EFOTEJ  eles estão prontos a atendê-los e se preciso comprovar em caráter documental tudo que relatei neste email.


 


 


Atenciosamente,


 


A direção


 


Veja abaixo, o conteúdo do e-mail enviado por Silvano Wanderley:


 













Assunto:  


A ESCOLA TÉCNICA EFOTEJ ESTÁ ENGANANDO OS ALUNOS.


De:  


“silvano wanderley ferreira” <[email protected]>

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.