Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

(Foto: reprodução/Polícia Civil)

3.737 armas de fogo foram apreendidas pelas Polícias Civil e Militar em todo o estado entre janeiro e agosto deste ano, o que representa mais de R$ 3,78 milhões em armamento. Segundo informações de um jornal de Salvador, das peças recolhidas, 1.041 são consideradas de grosso calibre: carabinas (27), espingardas (949), metralhadoras (25) e fuzis (40). Os dois últimos tem venda exclusiva para forças policiais.

Em 2015, foram apreendidas 7.568 armas de fogo, enquanto em 2014 foram 7.047 e em 2013, 7.510 – neste último ano, ocorreu a maior de fuzis: 113. Em 2014, foram 62 em 2014 e em 2015, 92. De acordo com o secretário de Segurança Pública, Maurício Barbosa, os números indicam o aumento do poder bélico das quadrilhas que atuam na Bahia. Ele afirmou que nos últimos há uma padronização das ações do tráfico e o aumento do poderio bélico das quadrilhas por conta da entrada de armas em todo o país.

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.