Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), órgão ligado ao Ministério da Educação, divulgou no início deste mês, o resultado do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

Paulo Afonso cujos números anteriores patinavam na casa de 3.8, obteve um leve sopro e chegou a (5 e 4,3) para 1º ao 5º e 6° ao 9° ano respectivamente. Em ano eleitoral o governo municipal viu nisto pólvora midiática e foi aos meios de comunicação como se o município tivesse chegado a excelência.

Na sessão ordinária da última segunda-feira (19), o vereador Ivaldo Sales (PSD), aprovou moção de aplauso à Secretaria Municipal de Educação pelo desempenho. Tanto Luiz Aureliano como Antônio Alexandre, ambos do (PMDB), refutaram o elogio.

"Aqui não tem nenhuma escola em tempo integral, principalmente para os mais pobres, falta gestão e política de educação, tá em 5.0?, melhorou, mas Brejo dos Santos no Ceará, que tem um orçamento bem menor tem Ideb de 8.1 e tem eleição direta para diretores", lembrou Luiz Aureliano.

Antônio Alexandre também detonou. "O que eu vejo aqui é vergonhoso, e falam como se fosse algo que merece aplauso, lá em Santa Brígida tá melhor: 5.2", o vereador disse que são fiscalizadores do poder executivo e estão sem conseguir informações da pasta porque o governo não as passa.

Ivaldo Sales insistiu que ao menos melhorou, e que merecia sim o aplauso.

"Quando se aumenta o valor, qualquer que seja o percentual merece o aplauso, eu entendo que todos os profissionais da educação merecem o aplauso de todos vocês".

"Dá moção de aplauso para dois décimos é forçar a barra, este governo já deu errado", replicou Alexandre.
A moção foi aprovada sem turbulência pela maioria do plenário.
 

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.