Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

Adrianeli Camila Padilha de Oliveira é pauloafonsina, tem 19 anos, mora no bairro Perpétuo Socorro e estuda em escola pública – faz supletivo e quer cursar administração após terminar o ensino médio.

Até aqui a descrição de uma entre tantas jovens da cidade. Porém, à vida desta pode-se acrescentar um detalhe: Adrianeli é campeã de Jiu-jitsu! Adrianeli disputou, neste domingo (18), a medalha de ouro na categoria “superpesado” – até 75 quilos – no I Open GMA de Jiu-jitsu, no SESI de Aracaju – SE.

#Open (aberto) e GMA (Guarda Municipal de Aracaju).

Adrianeli é ouro!

A campeã queixou-se do poder público e chorou, em entrevista a radio Cultura FM, quando lembrou sua trajetória de percalços até o triunfo.

"Eu comecei com um projeto social, na escola, quando tinha 12 anos, não sabia se quer pronunciar a palavra Jiu-jitsu", relembra a estudante do Polivalente.

De lá para cá, a moça só continuou no esporte pela perseverança da família. "Não sei dizer porque o projeto acabou, mas continuei nas academias porque esse é meu sonho, e minha família fez de tudo".

Adrianeli é da cidade da “tocha olímpica”

Sem saber como iria disputar o campeonato, a atleta procurou a prefeitura municipal de Paulo Afonso, por ironia perversa, a mesma enfeitada com um volume considerável de recursos públicos, para que fosse vista por alguns minutos na TV.

"Fui lá tentar falar com o prefeito e recebi um papel dizendo que eu voltasse depois, mas eu tinha urgência, ia representar a cidade no campeonato, foi com ajuda de um vereador junto com meus pais que consegui disputar e ganhar!".

As lágrimas dão lugar a um sorriso de quem vence a hipocrisia com talento, garra e determinação. Adrianeli aproveitou o espaço para agradecer aos instrutores da academia “Figth Center”, aos amigos, ao vereador que ajudou-a e pediu até pelo amor de Deus que o próximo gestor valorize o esporte, particularmente para os jovens.

"Quando fazemos esportes focamos nossa vida, ficamos longe de coisas ruins, o jovem precisa disso, e o próximo prefeito cuide da gente".

Eis a fala de uma garota de 19 anos! Pasmem os senhores! Curiosamente a jovem foi ver a tocha olímpica de Paulo Afonso passar. "Eu olhava e pensava: que desperdício de dinheiro!".

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.