Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

Recentemente a Promotoria Pública Eleitoral aprendeu um caminhão, placa JLF 3432, pertencente à Prefeitura Municipal carregado de areia destinada ao assistencialismo imediatista, proibido neste período de campanha eleitoral, e até porque não existe nenhum programa social que contemple a entrega de areia.

O ato supostamente eleitoreiro usado peremptoriàmente em favor dos candidatos aliados ao atual gestor, agride sobremaneira a Constituição Federal em seus artigos 231 e 225 e às leis 6938/81; 7805/99 e a Lei 9605/98 e, às escancaras, caracteriza-se como Crime Eleitoral em várias modalidades.

Aliás, infringir a Lei é prática comum do ausente prefeito de Paulo Afonso que não preserva o Meio-Ambiente, haja vista os dejetos da cidade lançados na natureza aleatoriàmente.

O Ministério Público Eleitoral em Paulo Afonso está investigando o caso.

Caminhão da prefeitura chegou a ser apreendido na Delegacia de Polícia Civil de Paulo Afonso – BA

Na fotos a seguir outro caminhão com placa retirada também é suspeito de ser utilizado para captação ilícita de votos. Veja:

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.