Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

Um coordenador da campanha do candidato a prefeito Luiz Pedro (PMDB), por pouco não causou uma tragédia, na tarde deste feriado (7 de setembro/Independência), na cidade de Mata Grande, no Sertão de Alagoas.

O motorista identificado como Plínio Cleiton Barbosa teria discutido com algumas pessoas, que estavam em uma passeata política do também candidato a prefeito, Erivaldo Mandú, e avançado o carro contra elas. Logo após a ação, ele tentou fugir, mas foi contido e espancado pela própria população.

As sete pessoas feridas foram levadas para a Unidade Mista Joaquim Paulo Oliveira, em Mata Grande. Nenhum deles teve ferimento grave. O motorista, que dirigia um veículo Saveiro Cross, foi conduzido a um hospital em Arapiraca.

Ao Cidade Alerta Alagoas, o delegado regional Rodrigo Cavalcante confirmou a ocorrência e informou que Plínio Cleiton Barbosa pode ser indiciado por tentativa de homicídio.

“Esse cidadão invadiu um grupo político contrário ao dele. Foi vaiado e inconsequentemente, dolosamente, fez a ação brusca. No momento em que ele fez a manobra as pessoas próximas, sabendo que ele poderia tirar a vida de alguém. A delegada Gracielle Marques, responsável pela delegacia da cidade pode imputar ele a conduta de homicídio doloso. Felizmente não houve mortes, mas ele pode sim ser indiciado por tentativa de homicídio”.

De acordo com o delegado, o suspeito está gravemente ferido. A ação de revide dos populares também pode ser investigada pela polícia.

“Ele praticou o ato criminoso. As pessoas haviam prendido o elemento praticamente em flagrante de delito. Mas acharam de espancá-lo. O estado de saúde dele não é bom. Se as pessoas que praticaram isso forem identificadas, podem sim responder por lesão corporal. O difícil é identificar essas pessoas, embora tenham vídeos”.

Uma equipe do Capitão Winston Santana, comandante da 3ª – Companhia de Polícia Militar se encontra na cidade de Arapiraca aguardando alta médica do acusado para o conduzi-lo para delegacia para ser feito os procedimentos cabíveis.

okkojo

okokokok

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.