Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

A prefeitura afirma que a distribuição de cestas básicas, feita em um depósito da Prefeitura, que fora “averiguado” e fechado por promotores na semana passada, está dentro da Lei. Inclusive, em uma nota veiculada com a autoria do candidato a vice-prefeito, Flávio Henrique, na chapa encabeçada por Luiz de Deus e apoiada pelo atual gestor, diz que lamenta a ação da Polícia e do Ministério Público, ao que chamou de pirotecnia. Se o candidato a vice-prefeito está com a razão, então, o que fazia a esposa do candidato a prefeito Luiz de Deus, conhecida como Dona Didi,  no depósito que geralmente fica fechado apenas para armazenar as cestas, como diz a própria prefeitura, em pleno período eleitoral?

O eleitor está mais amadurecido em relação a essas manobras feitas por aqueles que usam a máquina pública para ter sucesso no pleito, o que, ao meu ver, deveria ser terminantemente proibido, mas, como se não bastasse, além de usar a “máquina” usam também de factoides, de mentiras, tentando desmerecer o trabalho do Ministério Público Eleitoral e a própria mente dos eleitores.

Ora, queridos leitores, uma coisa é certa, se o depósito foi lacrado pelos promotores do Ministério Público Eleitoral, alguma coisa estava em desacordo com a Lei, a qual, o prefeito afirma está cumprindo, dizendo que a distribuição dos alimentos é para mães nutrizes (mães em situação de vulnerabilidade social que estão amamentando, observando programa de distribuição da prefeitura para este fim. Mas, em se observando as fotos da distribuição, as quais fizeram com o que o os promotores fossem ao depósito, a gente percebe que o que menos têm nelas, são mães nutrizes.

Sem falar nos carros adesivados com propaganda de candidatos a vereador e a prefeito pelo grupo de Anilton, distribuindo carros pipa no Parque de Exposições, o que foi flagrado e denunciado ao Ministério Público, pois é contra Lei no período eleitoral.

Veja abaixo:

Carros Pipas no Parque de Exposições sendo distribuídos para lideranças comunitárias e associações em período eleitoral, o que é contra Lei.

Dizem que, na política, vale tudo, pelo menos, não se era para levar isso ao pé da letra, mas aqui, em Paulo Afonso, parece que o dito tem, a cada dia, mais coerência, pelo menos por parte do Grupo Político liderado pelo atual gestor, Anilton Bastos que, diga-se de passagem, é um gestor que tem, a cada dia, sua rejeição aumentada. Muitos moradores o criticam por ser médico e deixar a saúde do município um verdadeiro caos; só é linda e bela, com tudo funcionando, nas propagandas do governo, porque na realidade, o povo é quem sofre.

E por falar em propaganda, isso esse governo sabe fazer. A última licitação para a publicidade da Prefeitura, é de mais de um milhão e quatrocentos mil reais, então, propaganda é o que não falta, dizem os eleitores. O engraçado é que este hábito da Prefeitura, em se gastar valores exorbitantes com publicidade, está presente de forma, muito semelhante, na campanha política do grupo do atual gestor. Bem, como disse antes, a população está mais atenta e percebe que alguma coisa está errada, muita conversa, muito gasto e pouca ação. Sem falar na mídia local, que parece “estar comprada” por este grupo. Todos defendem o que não tem defesa. Que digam os concursados, os professores, os guardas municipais etc.

Em entrevista recente a promotora pública eleitoral, Luciana Koury falou sobre as fotos suspeitas da esposa do candidato a prefeito pelo PSD, Luiz de Deus. Assista a partir dos 3 minutos e 21 segundos:

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.