Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

Para um político jogar a toalha, equivale a um homem apaixonado abrir mão de uma mulher bonita e carinhosa, para ficar num exemplo, digamos, tradicional. Não é fácil. Tanto é que o vereador Luiz Aureliano (PMDB), durante o desabafo de dez minutos, na reabertura dos trabalhos legislativos nesta segunda-feira (01), parecia em certos momentos está na mesa de um bar. Lamentou, rememorou histórias e depois, conformado, calou-se.

Teve o ombro amigo do secretário de Relações Institucionais, José Carlos “Carlinhos de Tico”, que mesmo entre criticas ferrenhas ao prefeito Anilton Bastos (PDT), deu-lhe sempre um semblante de conforto.

São duas versões que se tem para a saída do vereador da disputa, além da sua, ambas colhidas nos corredores da Casa. Comecemos então pela de Aureliano.

“Não quero mais ser vereador, não quero, não quero mais me desgastar, nem ser ofendido, não tenho temperamento para determinadas coisas, vejo aqui sandices, e eu sou professor universitário, não tenho preconceito intelectual, sou filho de um agricultor semianalfabeto, nasci para ser médico”, disse.

“Anilton Bastos e sua camarilha”

“Um prefeito que vive cometendo crimes de responsabilidade, e a gente não faz nada com ele, se denuncia ao Ministério Público até agora não fizeram nada […] enfim um prefeito autoritário e que desrespeita este Poder”.

Aureliano, já num clima de despedida não poupou o candidato a prefeito do seu partido Paulo de Deus de defeitos atribuídos a Anilton. “São todos autoritários: Anilton, Luiz e Paulo!”.

Em linhas gerais o vereador se disse desiludido com a política, com a inércia do legislativo, e que não o faz para pleitear uma cadeira num possível secretariado de Paulo de Deus, pois já está satisfeito com a carreira de médico e professor universitário. Agradeceu aos parceiros, eleitores e pediu que seus assessores votassem em Paulo. “O prefeito é ele, o vereador cada um escolhe”.

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.