Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

O combate da polícia baiana aos criminosos que atuam roubando ônibus em Salvador e região metropolitana (RMS) alcançou a marca, em 2016, de um assaltante preso por dia. Nos 204 primeiros dias deste ano (1º de janeiro a 22 de julho), o Grupo de Repressão a Roubos em Coletivos (Gerrc) e a Operação Gêmeos prenderam 232 pessoas devido a essa prática criminosa. No ano de 2015 foram mais de 500 assaltantes detidos.

A prisão de Alex Cruz da Silva, nesta sexta-feira (22), horas depois de roubar os passageiros em um ônibus na localidade conhecida como Jaqueira do Carneiro, foi mais uma feita durante diligências integradas das polícias Militar e Civil.

"O patrulhamento ostensivo nas ruas, através das blitzes, e o trabalho de inteligência dos nossos investigadores nos garantiu a redução de 10,9% desses crimes em 2016. É importante que esses números sejam divulgados para valorizar o trabalho que vem sendo feito, e a população saber que a polícia está trabalhando diuturnamente para prevenir e prender os criminosos”, afirmou o secretário da Segurança Pública do Estado, Maurício Teles Barbosa.

O coordenador do Gerrc, José Nélis, destacou que existe ótimo relacionamento entre a polícia e os rodoviários e também o reconhecimento do trabalho realizado. "Este ano fomos homenageados pela categoria, com os nomes da Gerrc e da Gêmeos, nos troféus de 1º e 2º colocados num campeonato de motoristas e cobradores".

Ele ressaltou que o trabalho poderia ter ainda melhores resultados se a taxa de reincidência fosse menor. "Cerca de 80% dos presos por roubos a ônibus voltam a praticar o crime em pouco tempo. Necessitamos de leis mais duras para esses criminosos", enfatizou.

O delegado informou que equipes do Gerrc e da Gêmeos continuam realizando diligências para prender o comparsa de Alex no assalto ao ônibus na manhã deste sábado (23).

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.