Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

Prefeito Ricardo Jasson Magalhães do Carmo

A Justiça eleitoral determinou a cassação do prefeito e do vice-prefeito de Santo Amaro, no Recôncavo baiano. A decisão pelo afastamento de Ricardo Jasson Magalhães do Carmo (PT) e Leonardo Araújo Pacheco Pereira (PSB) foi publicada nesta segunda-feira (25) no Diário Oficial do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA).

Os dois são acusados de atos ilícitos, incluindo corrupção eleitoral por captação ilícita de voto e abuso de poder político e econômico em 2012, ano da eleição. Segundo o TRE, servidores da prefeitura foram até a casa de famílias pobres para cadastrá-las, doando R$ 40 em troca de votos.

A decisão torna os dois inelegíveis por oito anos, além de condená-los a pagar multa de R$ 20 mil. Os dois ainda podem recorrer da decisão.

Em nota oficial, o prefeito afirma estar "confiante" que conseguirá reverter a decisão."O Sr. Prefeito confiante de que sua defesa final servirá para esclarecer diversos pontos que estão obscuros no processo, de sorte a revelar a sua inquestionável conduta proba e idônea, garantindo a fiel vontade popular e, por essa mesma razão, o estado democrático", diz o texto.

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.