Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

As chuvas registradas ao longo das duas últimas semanas na bacia do Rio São Francisco devem elevar o nível da barragem de Sobradinho de 3,5% [(porcentual registrado na última quinta-feira (21)] para 6% do volume útil até o fim deste mês. Segundo informações do jornal Diário de Pernambuco, com a previsão, a Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf) não deve reduzir a vazão, que atualmente está em 800 m³/s.

Na última segunda (18), em reunião realizada por teleconferência, representantes da Agência Nacional de Águas sinalizaram com a possibilidade de reduzir a vazão para 500 m³/s, para evitar o uso do volume morto do lago – em condições normais, são 1.300 m³/s.

De acordo com o Diário de Pernambuco, apesar do aumento de volume útil, a Chesf não cogita a liberação de mais água para os produtores rurais e para abastecimento humano. Atualmente, a geração de energia é feita com dois dos seis equipamentos disponíveis.

O Comitê de Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco manifestou preocupação com a vazão de 800 m³/s, por reduzir o fornecimento para consumo humano e pequenos produtores. “A atual vazão de 800 metros cúbicos por segundo já atinge fortemente o ecossistema e os outros usos múltiplos das águas no submédio São Francisco.

Além de aumentar a cunha salina no rio e reduzir a captação de água para o abastecimento humano”, afirmou Anivaldo Miranda, presidente do Comitê.

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.