Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

Homem estava com mandado de prisão em aberto do Estado de São Paulo. Crédito: Ítallo Timóteo - Radar 89

Homem estava com mandado de prisão em aberto no Estado de São Paulo. Crédito: Ítallo Timóteo – Radar 89

Uma megaoperação envolvendo todas as forças de segurança pública foi realizada nesta sexta-feira (15), em cinco cidades do sertão alagoano. A ação resultou na prisão de cinco pessoas e na apreensão de armas, veículos e drogas. Cerca de 200 agentes de segurança participaram da operação batizada como Sertão Seguro, entre eles Policiais Rodoviários Federais, Militares, Civis, Bombeiros, além de Guardas Municipais e Agentes de Trânsito ambos de Delmiro Gouveia. O Secretário de Segurança Pública (SSP) Alfredo Gaspar de Mendonça Neto coordenou os trabalhos junto com o delegado-geral Paulo Cerqueira, sub comandante Lovercy Monteiro, Coronel Vinícius e o comandante da Polícia Militar da Área 1 (CPAI-1) Luiz Carlos. A ação também contou com o apoio do tenente-coronel Joáz Fontes e os delegados Rodrigo Rocha Cavalcanti, Mário Jorge, Gracielle Marques, Walter Fontes Cunha e Leonam Pinheiro e também Major PM Leandro comandante da GM e o coronel da reserva Calaça que é comandante da SMTT.

Os trabalhos preventivos iniciaram no cruzamento entre as rodovias federal e estadual BR-423 e AL-145 no Povoado Maria Bode, no local diversas pessoas foram revistadas, e algumas delas notificadas por estarem sem o documento de porte obrigatório, inabilitados e com veículos atrasados. Duas motos com placas MLV-6451, KKK-8708 foram apreendidas. A cidade de Delmiro Gouveia foi fechada nas entradas principais, enquanto os policiais realizavam abordagens em pontos críticos, o helicóptero da Secretária de Segurança Pública (SSP) dava apoio aéreo para facilitar as buscas a suspeitos de crimes. Ainda na cidade foram realizadas blitzes em pontos estratégicos. No Bairro Novo, próximo ao cemitério um homem identificado como Daniel das Neves Santos foi preso por estar com mandado de prisão em aberto do Estado de São Paulo. A prisão foi realizada pelo Sargento Henrique e o delegado Walter Fontes Cunha do Grupamento e delegacia distrital de Inhapi.

Ainda em Delmiro Gouveia, um homem identificado como André Feitosa Santos, vulgo (Boto) foi preso, após ser encontrado com um revólver calibre 38 com cinco munições intactas. Já no Bairro Campo Grande, próximo a Escola Vigília, um homem ao perceber a presença das viaturas policiais conseguiu se evadir pulando muro de várias residências, a polícia suspeita que ele podia estar armado, com drogas ou ser foragido.

As ações deram continuidade nas cidades de Pariconha e Água Branca, pessoas que estavam em bares e em locais suspeitos foram revistados, mas ninguém foi preso.

Em Mata Grande os trabalhos iniciaram no Povoado Santa Cruz do Deserto, o local é considerado perigoso, bares, veículos e transeuntes foram revistados, mas nada foi encontrado, durante as abordagens dois rapazes de motos conseguiram se evadir pela caatinga.

Na zona urbana da cidade os trabalhos tiveram continuidades e na oportunidade um jovem foi preso em flagrante ao ser constatado que estava dirigindo embriagado, ele foi identificado como Ignny Luiz Carvalho Correia, na mala da viatura o rapaz ainda desferiu chutes e teve que ser contido pelos militares. No município os trabalhos preventivos de abordagens também foram realizados.

A operação foi finalizada no município de Inhapi, os militares surpreenderam a população que estava na principal praça da cidade, várias pessoas foram revistadas, ainda na cidade, mas ninguém foi preso.

Os presos e material apreendidos foram conduzidos para Delegacia Regional de Polícia (1ª-DRP) de Delmiro Gouveia para os procedimentos cabíveis.

Durante entrevista ao portal Radar 89 o secretário de segurança pública parabenizou os trabalhos do tenente-coronel Joáz Fontes e o delegado Rodrigo Rocha Cavalcanti e frisou: “Em 2016 as polícias continuam nas ruas de todo o estado inibindo todo e qualquer ato ilícito e assim como foi feito em Maragogi as operações continuaram sendo planejadas e executadas sem aviso prévio para que o resultado obtido seja o melhor possível.”, ressaltou.

Secretário Alfredo Gaspar de Mendonça conversa com delegado regional Rodrigo Rocha Cavalcanti. Crédito: Ítallo Timóteo - Radar 89

Secretário Alfredo Gaspar de Mendonça conversa com delegado regional Rodrigo Rocha Cavalcanti. Crédito: Ítallo Timóteo – Radar 89

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.