Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

Reprodução/TV Jornal

Câmeras de segurança registraram o momento em que uma diarista de 42 anos foi atropelada por um ônibus em Boa Viagem, na Zona Sul do Recife. O coletivo passa sobre a mulher, que se levanta e sai caminhando.

Em seguida, a vítima foi socorrida para o Hospital da Restauração, no Derby, área central do Recife, onde passou por uma cirurgia. Ela sofreu uma fratura no pé e teve ferimentos no braço e na cabeça. A diarista segue internada sem previsão de alta. O quadro de saúde é considerado estável.

Confira as imagens do momento do acidente: 

O acidente- O coletivo da linha Opcional/Aeroporto seguia, na manhã da última sexta-feira (8), pela Rua Padre Cabral, em Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, e não teria respeitado a sinalização de parada obrigatória, batendo, assim, em um automóvel que trafegava pela Rua José Domingues da Silva.

Com a batida, o motorista do ônibus perdeu o controle da direção, subiu a calçada e atingiu uma diarista que chegava para trabalhar. Ele só parou depois de arrancar uma árvore. Maria da Conceição da Silva, 42 anos, foi imprensada contra a parede.

A motorista do carro, a auxiliar administrativa Elizabeth Pires de Carvalho Silva, foi levada para um hospital particular com lesões pelo corpo. A porteira do edifício, Hildalina Damásio, foi atingida no rosto por estilhaços do retrovisor e não precisou ser socorrida.

Um trecho da rua precisou ser interditado. O tacógrafo do ônibus foi recolhido pela perícia e constatou que o veículo estava a 50 quilômetros por hora, quando a velocidade permitida para a via é de 40 quilômetros por hora. Moradores do prédio ajudaram no socorro às vítimas e reclamaram que já foi solicitado uma nova rota para os coletivos, mas não foram atendidos.

A motorista do carro, Elizabeth Pires de Carvalho Silva, foi encaminhada para um hospital particular onde passou por exames. O motorista do ônibus, identificado como José Roberto da Silva, fugiu do local porque estava sendo ameaçado pelos moradores do bairro. A empresa Borborema, que opera a linha Aeroporto/Opcional ainda não se pronunciou sobre o acidente.

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.