Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

(Foto: Reprodução/The Sun)

A britânica Pâmela Hudson, de 75 anos de idade, morreu em uma casa de repouso que fica em York (Inglaterra) após levar mais de 50 mordidas de rato no rosto, braços e pernas. A senhora não resistiu aos ferimentos e morreu três meses depois no hospital.

Em entrevista ao jornal "The Sun", sua filha, Jan Derry, de 48 anos, contou que a mãe estava em uma das melhores casas de repuso da região, mas o serviço, aparentemente, deixou a desejar.

Ainda não foi esclarecido como o caso aconteceu, mas Jan acredita que o roedor deve ter ficado preso na cama e mordeu sua mãe enquanto ela tentava se livrar dele, o que deixou op animal desesperado. O secretário da saúde Jeremy Hunt disse que ficou "chocado ao ver as imagens que a filha autorizou a divulgar. Essas fotos mostram o sofrimento de uma mulher que estava completamente vulnerável", afirmou.

Pâmela foi transferida para diferentes acomodações antes de falecer no Hospital York.

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.