Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

Na manhã desta terça-feira (15), o Legislativo de Glória aprovou a peça orçamentária para o exercício de 2016 do município, com leve queda em relação a 2015, mas mantendo-se na casa dos R$ 47 milhões.

Com volta marcada para meados de fevereiro, esta não foi a última reunião. “Antes do natal nós devemos voltar em sessão extraordinária para votar o projeto de credito adicional do executivo”, informou o presidente da Casa, José Nilson (PSD).

‘Nido de Dotor’ ou José Nilson – Quem será o vice de David?

Nilson, diga-se, conseguiu a proeza de agradar a todos, mesmo com a oposição em maioria. Isto pode ser determinante para alçá-lo a vice de David Cavalcanti. “Nido tem o partido, e Nilson tem os votos”, analisou um. O problema no PSD é que se um quer o outro deseja muito.

“O vice né assim fácil não, há muita coisa até lá”, alertou Bezeca (PTN), o vereador que foi prefeito e tem oito mandatos consecutivos, ameaçou voltar ao pleito. “Será que eu vou ter que me candidatar de novo para Glória ter um banco?”, disse revoltado com a falta de agencias e com o atendimento na cidade.

Policarpo é candidato? E como fica Carlinhos do Brejo?

Perguntei ao ex-prefeito Policarpo – presente à sessão e ao almoço oferecido pela Câmara, se ele seria candidato novamente:

José Policarpo ou Carlinhos do Brejo – Quem é o candidato da oposição?

“Se o povo quiser, eu quero.” De besta Policarpo não tem nem o caminhado, até as tilápias de Glória sabem que, se fragmenta as candidaturas é o mesmo que entregar o ouro ao inimigo. A única saída inteligente para a oposição é a unidade. Se Policarpo tem os votos, Carlinhos do Brejo (PP) tem, até onde se sabe, o dinheiro. Um vem sem o outro?

Retaguarda

 Gilmar Pereira: ‘Minha preocupação é com o meu mandato de vereador’

Soldado aplicado, o vereador Gilmar Pereira (PP) quer mesmo é a reeleição, que todo mundo sabe que não será fácil. Ainda se cogita aqui e ali a possibilidade de Gilmar compor a majoritária com David, mas a possibilidade é remota. “Temos muito a fazer pelo nosso município, embora como a prefeita Ena Vilma ninguém fez ainda, minha preocupação é mesmo com o meu mandato de vereador”, disse Gilmar.

Na oposição com maioria, é bom, é bom demais!

Da esquerda para direita: Carlinhos do Brejo, Rita de Ney, Dorginho e Bezeca

“Em todo este tempo que tenho aqui na Casa, foi o primeiro ano em que fomos maioria, conseguimos muitas coisas”, analisou Alex Almeira (PDT). Discreto, não se pode tirar do seu discurso se há mesmo um clima tenso no G6. Segundo circulou hoje nos bastidores, existe descontentamento por parte da vereadora Rita de Oliveira (PP), mas precisamente do seu esposo, Ney. “Ele já teria ameaçado capar o gato do G6”, disse a fonte. Se o gato miar mesmo, então a coisa complica.

Vereador Alex Almeida comemora maioria da oposição na Câmara

Hoje, por exemplo, já se poderia ter aprovado o pedido de crédito adicional, estava tudo discriminado no projeto enviado pelo executivo, onde cairá cada centavo, porém, com maioria, como bem disse Alex, o buraco é sempre mais embaixo.

Pauloafonsinos prestigiam confraternização dos vereadores glorienses

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.