Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

Com o objetivo de conscientizar os jovens de Paulo Afonso sobre “o que leva ao caminho do álcool [uma droga], suas consequências trágicas e trauma” e, ao mesmo tempo, “mostrar como estamos nos recuperando e ajudando o outro a alcançar a sobriedade”, os Alcoólicos Anônimos se reuniram no auditório do Campus de Paulo Afonso do IFBA no dia 24 de novembro de 2015.

Em outras palavras, o objetivo foi conscientizar os jovens sobre as dificuldades criadas pelas drogas e como sair delas reduzindo a probabilidade da dependência.

A motivação para o encontro foram os 44 anos de formação do Grupo Paulo Afonso de A.A. fundado em 18.12.71 que se reúne semanalmente na Rua Carlos Berenhousen 221 em instalações cedidas pela CHESF (fone 9.8806.5840).

A programação foi aberta pela coordenadora Maria Helena. Logo após, a senhora Francineide, uma recuperada, apresentou um testemunho pungente para os jovens estudantes. Em seguida, o Dr. Edgar Santos, médico ortopedista, discorreu sobre “Alcoolismo e Acidentes” demonstrando em detalhes chocantes os males causados pelo álcool para todos os órgãos e sistemas do corpo humano. Na sequência, foi a vez de o Prof. Iranildo Bezerra expor o Programa de Prevenção ao Uso Abusivo de Drogas e Álcool no Ambiente Escolar da Secretaria de Educação do Estado da Bahia cujo objetivo maior, além da prevenção, é reduzir os danos causados pelo uso de drogas, as chamadas lícitas e as ilícitas.

Fernando Mota, do Grupo Paulo Afonso, foi o último a falar enfatizando que “o alcoolismo pode não ser curável, mas é controlável” e “os Alcoólicos Anônimos não curam. Recuperam”.

O movimento A.A. nasceu nos Estados Unidos na cidade de Akron, Ohio em 1935. No Brasil, surgiu em 1947; em 1955 na Bahia e em Paulo Afonso em 1971. São cerca de 1.000 grupos em todo o Brasil sendo 180 na Bahia e 04 em nossa cidade.

Pelo exposto, não é exagero afirmar que os Alcoólicos Anônimos têm prestado relevantes serviços à humanidade na recuperação de dependentes químicos, mormente dos alcoolistas. O evento realizado no Campus de Paulo Afonso do IFBA se estendeu até o Programa Primeira Hora da Rádio Bahia Nordeste comandado por Marcelo França. A união de esforços do A.A, IFBA, CHESF e RBN certamente contribuiu para a recuperação de muitos dependentes em Paulo Afonso e região.

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.