Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

Desde sua primeira edição, em 1991, a Campanha 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres já conquistou a adesão de cerca de 160 países, sendo uma mobilização anual, praticada simultaneamente por diversos atores da sociedade civil e poder público engajados nesse enfrentamento. Mundialmente, a Campanha foi aberta em 25 de novembro, Dia Internacional da Não Violência contra a Mulher, e vai até 10 de dezembro, quando se comemora o Dia Internacional dos Direitos Humanos. Vale frisar que 6 de dezembro é o Dia Nacional de Mobilização dos Homens pelo Fim da Violência contra as Mulheres, data que lembra o Massacre de Mulheres de Montreal e que incentivou a criação da Campanha Mundial do Laço Branco.

O Brasil participa da Campanha desde 2003 e para destacar a dupla discriminação vivida pelas mulheres negras, as atividades aqui começam em 20 de novembro, Dia da Consciência Negra.

Em Paulo Afonso começou nesta quarta-feira, 25, uma grande mobilização pelo fim da violência contra as mulheres, realizada pelo Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (CMDM) e pelo Centro de Referência da Mulher Eudócia Antunes de Assis (CRM). A série de atividades que percorrerá escolas municipais do centro, bairros e povoados, Centros de Referência da Assistência Social (CRAS), hospitais e aldeias indígenas contam com o apoio da Prefeitura por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social. O objetivo é mobilizar a população para combater a violência cometida contra as mulheres, disseminar informações e buscar soluções para o problema. Até o dia 6 de dezembro, serão realizadas várias atividades pelos órgãos que compõem o Conselho Municipal dos Direitos da Mulher: Palestras socioeducativas, divulgação em rádios, panfletagem, entre outros.

Outra data importante neste período e que integra a campanha é o dia 1º de dezembro – Dia Mundial de Combate à AIDS.

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.